Clique aqui e veja as últimas notícias!

IPVA

Com a pandemia, carnês do IPVA podem ser impressos pela internet

O IPVA é a segunda maior fonte de arrecadação tributária do Governo do Estado
21/12/2020 08:45 - Rafaela Moreira


Os carnês do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2021 já começaram a ser entregues, mas os proprietários que não estiverem em posse, podem imprimir a segunda via pelo canal de autoatendimento do IPVA na internet. 

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) estão sendo entregues 1.121.364 boletos. O IPVA é a segunda maior fonte de arrecadação tributária do Governo do Estado, ficando atrás apenas do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Últimas Notícias

Segundo o Chefe da Unidade de Fiscalização do IPVA, Paulo Sergio Monteiro Ferreira, a expectativa de arrecadação gira em torno de R$ 890 milhões. "Os boletos começaram a ser entregues no dia 09 de dezembro e até o dia 20 já devem estar nas casas dos contribuintes. Os proprietários de veículos que foram adquiridos nos meses de novembro de dezembro de 2020 podem não receber os boletos até o dia 20 de dezembro. Nesse caso será feita uma nova remessa no início de janeiro de 2021", explicou.

A Sefaz reforça que para os contribuintes que optarem pelo parcelamento, não há desconto.

Para 2021, o governador Reinaldo Azambuja manteve os descontos e as condições especiais dos anos anteriores. Carros de passeio continuam com desconto de 30% e caminhão, ônibus, micro-ônibus e veículos de passeio novos permanecem isentos pelo primeiro ano. Para motocicletas, a primeira tributação tem desconto de 50%. 

Prazos
Calendário de pagamento do IPVA 2021:
  • Cota Única ou pagamento à vista - 29 de janeiro de 2021;
  • 1ª parcela – 29 de janeiro de 2021;
  • 2ª parcela – 26 de fevereiro de 2021;
  • 3ª parcela – 31 de março de 2021;
  • 4ª parcela – 30 de abril de 2021;
  • 5ª parcela – 31 de maio de 2021.

Em caso de dúvidas, para informações exclusivas sobre IPVA: www.autoatendimento.ms.gov.br/ipva.

Assine o Correio do Estado