Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Casos aumentam e Capital preocupa serviço de saúde

Com mais 53 exames positivos para o novo coronavírus, número de pessoas contaminadas em MS chega a 746
22/05/2020 08:30 - Daiany Albuquerque, Thiago Gomes


 

Campo Grande entra na rota de preocupação das autoridades de saúde pública, diante da elevação de casos do novo coronavírus nos últimos dias. No boletim epidemiológico desta quinta-feira, a Capital trouxe mais 20 pacientes que testaram positivo para a Covid-19. Com isso, o município passa a contabilizar 222 casos, de um total de 746 registrados em todo Mato Grosso do Sul. Mas o agravamento da situação pode ocorrer nos próximos dias, uma vez que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) ainda tem, para Campo Grande, mais 335 casos suspeitos aguardando o encerramento no sistema de informação.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, diante do crescimento exponencial dos números, há uma preocupação principalmente com Campo Grande e Dourados, até porque há uma tendência de novas elevações nos próximos dias.  Ao destacar que a pandemia entrou em sua fase mais crítica em Mato Grosso do Sul, o secretário defendeu a necessidade de se intensificar as medidas de prevenção, como o isolamento social, a higienização das mãos e a utilização de máscaras.

Ainda segundo ele, se esta tendência de aumento continuar, talvez seja preciso utilizar toda a estrutura de saúde montada no Estado. Isso porque a aceleração rápida de casos pode impactar o serviço de saúde, uma vez que Campo Grande, além de atender os seus próprios pacientes, dá suporte a pessoas de outras 23 cidades, que são enviadas  para a Capital em caso de o sistema de saúde local não comportar o atendimento.  

Dessas cidades, oito têm casos confirmados – e em expansão – da doença: Guia Lopes (119 casos), Jardim (23), Bonito (16), Ribas do Rio Pardo (10), Bela Vista (2), Miranda (1), São Gabriel do Oeste (1) e Rio Verde de Mato Grosso (1). Na lista de casos suspeitos que aguardam encerramento no sistema de informação do Estado, Guia Lopes tem 62; Jardim, 16;  Ribas, 12; São Gabriel, 6; e Rio Verde, 1.  

“LUZ AMARELA”

Indagado nesta quinta-feira sobre a situação da pandemia de Covid-19 em Campo Grande, o prefeito Marcos Trad afirmou que segue “acompanhando os dados diariamente e esse aumento não nos pega de surpresa”.  

Ainda segundo ele, “as pessoas estão menos obedientes ao comportamento social. Parece que elas acham que a doença já passou e que Campo Grande foi salva”.

Marcos Trad disse que “temos que ver se esse crescimento vai chegar aos leitos de UTI. Os casos leves de infectados não levam ao aumento de hospitalizados, então a situação é preocupante, mas não leva ao desespero. Nesse ponto, o que elevará nossa preocupação é a taxa de ocupação das UTIs”.

Para o prefeito, “não é apenas o número de casos, mas o quanto esses casos precisarão de um leito de UTI. Se acende a luz amarela, mas não a vermelha”.

 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?