Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM

Casos confirmados de coronavírus sobe para 16 em MS e doença chega a mais uma cidade do interior

Estado tem 50 casos suspeitos da Covid-19; Brasil registra 18 mortes
21/03/2020 16:52 - Glaucea Vaccari


Quatro novos casos foram confirmados para a Covid-19 em MAto Grosso do SUl, subindo para 16 o número de casos positivos para o coronavírus no Estado. Das novas confirmações, três pacientes são de Campo Grande e um de Ponta Porã, que é o segundo município do interior a registrar caso da doença.  

Conforme boletim divulgado neste sábado (21) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), os três pacientes que testaram positivo em Campo Grande contraíram o vírus após contato com outros pacientes infectados.  Pacientes são um homem de 39 anos notificado em 17 de março; um homem de 34 anos notificado em 19 de março e um homem de 67 anos notificado em 19 de março. 

Já o paciente de Ponta Porã retornou recentemente de uma viagem a Itália.  Trata-se de um homem de 27 anos, notificado em 19 de março.

Outros 11 casos foram confirmados em Campo Grande e um em Sidrolândia.

Além das confirmações, há no Estado 50 casos suspeitos de Covid-19. Todos tiveram amostras encaminhadas ao Laboratório Central (Lacen), onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e coronavírus. Dos casos em investigação, 38 são em Campo Grande, dois em Dourados, dois em Mundo Novo, Dois em Sete Quedas, um em Anastácio, um em Naviraí, um em Ponta Porã, um em jardim, um em São Gabriel do Oeste e um em Rio Brilhante.  

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 235 notificações de casos suspeitos do coronavírus em Mato Grosso do Sul, com 159  destes descartados para Covid-19 após exames resultarem negativo, e outros onze foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde.

Em todo o Brasil, foram confirmadas 18 mortes e 1.033 casos de  Covid-19 até a tarde de hoje.  

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.