Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM

Casos confirmados têm queda, mas média de mortes por Covid-19 continua alta

Saúde alerta para manutenção de medidas para diminuir taxa de contágio
02/10/2020 12:17 - Glaucea Vaccari


Mato Grosso do Sul teve 589 novos casos e 15 mortes por Covid-19 confirmados nas últimas 24 horas.  

A média de casos novos tem tendência de queda, mas a de óbitos continua alta, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Em live realizada nesta sexta-feira (2), secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone, afirmou que os números ainda causam preocupação.

“Estamos tendo pequenas oscilações, diminuições de casos confirmados, mas há uma certa continuação na média de óbitos e não há nada a se comemorar, mas continuar na vigilância”, disse.

Nas últimas 24 horas, foram 15 óbitos, no entanto, nem todos os óbitos ocorreram neste período. Campo Grande deixou de enviar os dados para o boletim de quinta-feira e os óbitos foram incorporados ao de hoje.

Do total, 12 vítimas são da Capital e as demais de Caarapó, Corumbá e Naviraí.

Secretária adjunta afirma que a média móvel de mortes é de 13,1 por dia, considerada alta, assim como a taxa de letalidade, que se mantém em 1,9%.

“Não são e nunca foram números para nós. Sempre foram histórias de vidas e de famílias que perderam os seus entes queridos”, disse

O Estado soma 70.828 casos confirmados da doença causada pelo coronavírus e 1.326 mortes desde o início da pandemia.

Mesmo com a taxa de contágio tendo caído para 1%, a doença continua avançando, conforme Christine.  

“O que há de se comemorar com certeza são os casos recuperados, são 64.257 recuperados”, acrescentou a secretária, afirmando que há 5.245 casos ativos.

Destes casos ativos, 456 estão internados e os demais cumprem isolamento domiciliar.  

Taxa de ocupação global de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) é de 74% na macrorregião de Campo Grande, 62% em Dourados, 38% em Três Lagoas e 63% em Corumbá.

 
 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!