Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Cerca de 5 mil brasileiros no exterior ainda aguardam volta para casa

Secretário de Relações Internacionais da Câmara diz que prioridade foi repatriar turistas, em razão da pandemia Fonte: Agência Câmara de Notícias
20/04/2020 05:00 - Daniel Dias/AutoMotrix


Agência Câmara
 
 

O Secretário de Relações Internacionais da Câmara, deputado Alex Manente (Cidadania-SP), disse que ainda existem mais de 5 mil brasileiros no exterior cadastrados para serem repatriados em função da pandemia de coronavírus. Em contato permanente com o Itamaraty, o deputado contou que já foram trazidos cerca de 13 mil brasileiros.

Alex Manente explicou que a prioridade foi dada para aqueles que estavam em viagens temporárias no exterior, como os turistas.

“Muitos deles não tinham a necessidade de voltar ou estavam morando, estudando, tinham visto e decidiram voltar. Diferente daqueles que estavam em viagens e aí tiveram muito mais dificuldades porque o dinheiro acabou, não tinham onde ficar, onde comer. E obviamente foi essa a prioridade, de trazer de volta para cá para não ter nenhuma sequela das pessoas que não tinham condições de ficar em outros países”, disse.

Novos pedidos

Para Alex Manente, dependendo do tempo que durar o confinamento em alguns países, é provável que mais brasileiros peçam auxílio para voltar.

“Eu creio que, dependendo do prazo da pandemia, é natural que nós tenhamos um aumento das pessoas que esgotam o período que iriam estudar, que não têm mais no intercâmbio onde ficar, as hospedagens. Então naturalmente, com o passar do tempo, com a evolução do confinamento com a pandemia, nós teremos mais brasileiros necessitando da repatriação”, observou.

O Itamaraty tem usado voos da Força Aérea Brasileira e voos fretados para trazer os brasileiros, visto que o serviço comercial regular está quase parado. A maior parte dos brasileiros que ainda aguardam a volta para casa está na Europa, com concentração em Portugal. Mas o governo informou que a operação de repatriação já envolveu brasileiros vindos de quase 90 países.

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.