Clique aqui e veja as últimas notícias!

NO MEIO DA PANDEMIA

Com 15 mortes por Covid-19, chefe do distrito de saúde indígena é exonerado

Segundo a secretaria de Saúde Indígena, 672 índios contraíram a doença em Mato Grosso do Sul
10/08/2020 11:18 - Adriel Mattos


O coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul (Dsei-MS), Eldo Elcidio Moro, foi exonerado pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello. 

A portaria foi publicada na edição desta segunda-feira (10) do Diário Oficial da União (DOU).

A demissão acontece no momento em que a Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) já levou à morte de 15 indígenas, segundo a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde.

Ainda conforme o boletim da Sesai, 672 índios já contraíram a doença, sendo 393 ainda em tratamento e 264 já considerados recuperados.

Não foi indicado um sucessor para Moro.