Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CLIMA

Chuva com granizo fez estragos no sul do Estado e especialista alerta que fenômeno deve voltar a acontecer

De acordo com o Cemtec, os temporais são comuns nos períodos de primavera
13/10/2020 11:04 - Gabrielle Tavares


Regiões do sul do Estado registraram chuvas com granizo na segunda-feira (12) e, segundo o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul (Cemtec-MS), há grandes chances do fenômeno se repetir nos próximos dias.

Isso porque as pedras de gelo são comuns nos períodos de primavera, principalmente de forma localizada. “As primeiras chuvas da primavera costumam ser perigosas, com granizo, ventos fortes, chuvas intensas e raios”, explicou Franciane Rodrigues, coordenadora do Cemtec-MS.

Uma das regiões afetadas foi Laguna Carapã. O granizo chegou com ventos de 51km/h, raios e trovoadas. De acordo com o meteorologista Natálio Abraão, o município de Caarapó teve chuva fraca com trovoadas, mas o vento chegou a 38 km/h. Casas foram destelhadas e moradores ficaram sem energia elétrica.

Na zona rural de Caarapó, na Fazenda Campanário, foi registrado os maiores estrados, com árvores caídas e estruturas danificadas.

 
 

Em Aral Moreira e Amambai as chuvas foram fracas e com ventos moderados. De acordo com a Polícia Civil dos municípios, não foram registrados danos.

Cuidados

O Cemtec-MS confirmou que há previsão para as chuvas com granizo nos próximos dias, mas datas e locais ainda não podem ser confirmadas.  

“O modelo não indica eventos adversos, é uma imprevisibilidade normal da primavera. Nem o Instituto Nacional de Meteorologia avisa, então é um período de atenção redobrada. A qualquer formação de nuvem de chuva, mesmo com a população querendo que ela venha, é necessário cuidado”, ressaltou Rodrigues.

A profissional separou dicas para a população em caso de temporais, confira:

— Em caso de ventos fortes: não estacionar embaixo de árvores, placas de propaganda e torres de transmissão;

— Em caso de chuvas fortes: não enfrente pontos de alagamentos ou enxurradas temporárias; se estiver no trânsito, procure lugar seguro e espere a chuva passar. Caso não conseguir, dirija sempre devagar, acenda farol baixo, mantenha distância de veículos a sua frente;

— Raios: evite estar em local aberto, não se abrigue embaixo de árvores, não esteja próximo a cercas de metal, esteja calçado e desligue eletroeletrônicos da tomada. Não fique em pontos altos como morros ou topos de prédios.

Rodrigues explicou que em caso de granizo todos as precauções acima devem ser seguidas. 

 

Felpuda


Racha em entidade religiosa teve péssimas consequências eleitorais na disputa por vagas na Câmara Municipal de Campo Grande.

O quiproquó, também, digamos, com nuance familiar, provocou estragos da-que-les.

Aí, como consequências, fez com que quem está não conseguisse votos suficientes para permanecer em 2021-2024 e quem estava fora tentando retornar ficasse à beira do caminho. 

Como se vê...