Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SEM LUZ

Chuva deixou 15 mil pessoas sem fornecimento de energia em Campo Grande

Desse total, 6 mil ainda aguardam restabelecimento do fornecimento pela Energisa, que mobilizou várias equipes para os atendimentos
16/08/2020 11:00 - Nyelder Rodrigues


Os fortes ventos da chuva que atingiu Campo Grande na noite de sábado (16) e que chegaram a uma velocidade de 75 km/h fizeram com que mais de 15 mil pessoas ficassem sem fornecimento de energia elétrica na cidade e 6 mil ainda aguardem o restabelecimento. Os números foram divulgados nesta manhã pela Energisa, responsável pelo serviço.

A concessionária de energia elétrica destaca que o problema é causado pela queda de árvores e galhos, que entram em contato com a rede elétrica, rompendo cabos ou ocasionando a queda automática da rede como medida de segurança.

Entre os bairros mais afetados pela queda de energia, estão o São Francisco, Rita Vieira, Vila Nasser, Vila Popular, Novos Estados, Chácara Cachoeira, Nova Lima, Universitário e Santo Amaro. Já hoje, as situações estão concentradas no Guanandi, Moreninhas, Los Angeles, Maria Aparecida Pedrossian, Chácara dos Poderes, Panamá e Nova Campo Grande.

 
 

Há quem esteja há mais de 12 horas sem energia em casa. "Equipes da concessionária estão atuando para restabelecer o mais rápido possível o fornecimento de energia dos clientes", frisa nota enviada pela assessoria de comunicação da empresa, que ainda dá orientações sobre como registrar a queda do fornecimento e solicitar atendimento.

"Como alternativa para as solicitações de falta de energia, a empresa orienta que os clientes entrem em contato pelo WhatsGISA, (67) 99980-0698, e aplicativo Energisa ON. O atendimento foi reforçado para que solucionar as demandas o mais rápido possível", explica a assessoria sobre as alternativas ao tradicional SAC 0800-722-7272.

Tempo no domingo

Durante a madrugada, a chuva forte atingiu vários bairros, deixando alguns sem energia elétrica. O vento chegou a atingir a marca dos 75 km/h, segundo dados da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A umidade relativa do ar, que chegou bater a marca dos 37% na faixa das 19h às 20h, subiu para até 92% entre 2h e 3h desta madrugada. O maior pico de chuva foi registrado por volta das 22h e 23h, horário aproximado em que foram registradas as rajadas de vento.

Nesta manhã, o dia começou com temperatura amena, na casa dos 20°C e umidade média de 86%. Já a velocidade do vento registrada na última hora ficou em 9 km/h, com algumas rajadas de até 43 km/h. A previsão é que esse seja o panorama durante todo o domingo.

Segundo dados do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), a chuva deve continuar durante o domingo, mas sem registro de ventania. Em Campo Grande, a temperatura mínima deve ser de 20°C e a máxima de 28°C.

 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!