Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ENADE

No Mato Grosso do Sul, seis cursos atingem nota máxima do Enade este ano

UFMS é a que teve maior número de cursos entre os melhores avaliados no Estado
21/10/2020 13:34 - Alicia Miyashiro


Duas instituições de ensino superior de Mato Grosso do sul registraram as maiores notas no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) de 2019, em cinco cursos.

O Índice Geral de Cursos (IGC), publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (21), é calculado com base no número de matrículas, conceitos dos cursos de mestrado e doutorado da Capes e notas individuais de cada curso que realizaram a prova.

Entre as instituições, estão a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul com quatro cursos — Engenharia Civil, Farmácia e Nutrição no campus da Capital, e Medicina no campus de Três Lagoas, os outros dois são da Unigran de Dourados — Fisioterapia e Tecnologia em Estética e Cosmética, rede particular.

No ano passado nenhuma das faculdades, universidades e centros universitários do Estado, atingiram nota máxima

Cursos com menos de dois alunos no Enade não tiveram o indicador calculado. Isso porque o desempenho individual dos alunos é sigiloso e divulgar a nota com tão poucos participantes revelaria a informação.

Confira abaixo o ranking dos cinco cursos melhores avaliados:

Engenharia Civil

5 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

4 — Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

4 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

3 — Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN)

3 — Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

2 — Faculdade Mato Grosso do Sul (FCG)

2 — Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS)

2 — Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande

2 — Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande

2 — Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande (FESCG)

2 — Universidade Anhanguera (UNIDERP) – educação à distância

2 — Universidade Anhanguera (UNIDERP)

Nutrição

5 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

4 — Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN)

4 — Universidade Anhanguera (UNIDERP)

3 — Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

3 — Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

3 — Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS)

2 — Faculdade Mato Grosso do Sul (FCG)

Medicina

5 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) — campus Três Lagoas  

4 — Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

3 — Universidade Anhanguera (UNIDERP)

3 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Fisioterapia

5 — Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN)

4 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

3 — Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande

3 — Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

3 — Universidade Anhanguera (UNIDERP)

2 — Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande (FESCG)

2 — Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS)

2 — Faculdades Integradas de Cassilândia (FIC)

Tecnologia em Estética e Cosmética

5 — Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN)  

4 — Centro Universitário Unigran Capital

3 — Universidade Anhanguera (UNIDERP)

2 — Faculdades Magsul (FAMAG)

2 — Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS)  

Farmácia

5 — Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

4 — Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN)

3 — Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

3 — Universidade Anhanguera (UNIDERP)

3 — Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS)

2 — Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande (FESCG)

 
 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!