Clique aqui e veja as últimas notícias!

CALOR

Cinco municípios de Mato Grosso do Sul registram maiores temperaturas do país

Corumbá é a cidade mais quente do Brasil, com temperatura acima de 40 ºC; calor deve continuar até terça-feira
08/11/2020 12:00 - Ana Karla Flores


Sensação de calor aumenta em todas as áreas de Mato Grosso do Sul junto a nebulosidade. Nas últimas 24 horas, cinco municípios do Estado ficaram entre as maiores temperaturas do país. 

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Corumbá foi a cidade mais quente do Brasil, com temperatura em 49,5 °C. 

As cidades Coxim, Porto Murtinho e Água Clara foram registradas como as mais quentes em quinto, sexto e sétimo lugar na classificação nacional, todas com mais de 39 °C. Ribas do Rio Pardo foi apontada como a 12º cidade com maior temperatura, com 38,6 °C.

Neste domingo e segunda-feira, é esperado céu claro a parcialmente nublado, com elevação das temperaturas e queda significativa na umidade relativa do ar, com variação entre 70% e 20% ao longo do dia, considerado estado de alerta pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 

De acordo com o Centre de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), massa de ar seco presente no Estado vai permanecer até esta segunda-feira (9). As temperaturas se mantêm elevadas, e a variação pode ser de 18 °C a 40 °C, e na capital a variação está estimada em 25 °C a 37 °C. 

O aumento da temperatura e da nebulosidade favorecem retorno de chuvas, previstas a partir do dia 10. Segundo o Cemtec, as chuvas retornaram com maiores acumulados nas regiões pantaneira, sudoeste, central, norte e bolsão, em até 40 milímetros de volume acumulado. Na região sul, o acúmulo estimado para o mesmo período é de 20 mm.

A previsão do Cemtec para o período de 11 a 19 de novembro é de pancadas de chuvas frequentes e regulares em todas as regiões do Estado, com acúmulo esperado de 80 mm. Já na região central, é estimado maior volume de acúmulo, podendo chegar até 100 mm.