Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Clubes recreativos são liberados para voltar a funcionar

A capacidade fica limitada a 30% e as medidas de biossegurança vão ser as mesmas de academias
24/04/2020 12:38 - Gabrielle Tavares


 

Desde que sigam as regras de biossegurança, clubes de atividades sociais, recreativas e esportivas estão autorizados a reabrir sedes para sócios e convidados. A lotação está limitada a 30% da capacidade e continuam proibidas atividades que gerem aglomerações e competições esportivas, especialmente futebol.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo Costa os clubes terão de seguir as normas estabelecidas para as academias e profissionais de educação física. Atividades físicas em conjunto só é permitido ao ar livre, com no máximo 5 pessoas, e manter distância mínima de 5 metros entre os praticantes.

Foi recomendado que não seja permitido acesso de pessoas do grupo de risco ao Covid-19, e aparelhos devem ser usados de forma individual, com higienização antes e no final do treino, com disponibilização de álcool em gel 70% e toalha descartável.

O uso das piscinas está permitido, exceto para uso recreativo. Restaurantes poderão funcionar, desde que mantida a distância mínima de 2 metros entre as mesas e serviço a la carte. Os salões terão de ficar arejados e com boa ventilação. Também serão reabertas as escolinhas, já que o treinamento é individualizado, cabendo ao professor manter o distanciamento entre os atletas. Poderá ainda haver danças de salão desde que fique comprovado serem da mesma família.

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...