Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PARE E SIGA

Com 48 km duplicados, obras continuam na BR-163

Em caso de chuva, as obras podem ser paralisadas
27/08/2015 11:27 - DA REDAÇÃO


 

Os motoristas que trafegarão por trechos da BR-163 nas cidades de Rio Brilhante e Mundo Novo nesta quinta-feira (26) devem estar atentos ao sistema pare-e-siga. As obras visam melhores condições de trafegabilidade e segurança aos usuários da rodovia e consiste na interdição em uma das faixas enquanto o tráfego flui pela outra, alternadamente, nos sentidos Norte e Sul da via. 

Todos os trechos estão sinalizados de acordo com as determinações da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “As operações pare-e-siga visam agilizar as obras de recuperação e conservação da rodovia, interferindo o mínimo possível no tráfego. Mesmo assim, alguns trechos podem apresentar pequenos congestionamentos”, alerta o gestor de Interação com o Cliente da Concessionária, Keller Rodrigues. “Por isso frisamos sempre aos motoristas que redobrem a atenção e reduzam a velocidade perto desses locais”.

Pontos com operação pare-e-siga:
Rio Brilhante – do km 351 ao 348;
Mundo Novo – do km 29 ao 24 e entre os kms 13 e 11.

Em caso de chuva, as obras podem ser paralisadas.

A CCR MSVia alerta que o cronograma de obras e serviços é dinâmico, ou seja, outros pontos de intervenção com pare-e-siga podem ocorrer ao longo do dia. Acompanhe a evolução da situação de tráfego da BR-163/MS por meio do site www.msvia.com.br em tempo real, ou ligue para o Disque CCR MSVia pelo 0800 648 0163 (ligações gratuitas, inclusive para celulares).

 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!