Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RUA 14 DE JULHO

Com aumento das vendas, comércio comemora "aniversário" do Reviva

Nova ambientação e preços influenciam na escolha dos consumidores
29/02/2020 11:00 - Camila Andrade Zanin


A inauguração da obra de revitalização da Rua 14 de Julho completa três meses neste sábado (29). Enquanto os comerciantes apontam a necessidade de ações para promover a região, os consumidores estão optando por comprar no Centro tanto pelos preços, quanto pelo aspecto de 'shopping’ a céu aberto. A cara do lugar mudou após as obras do Reviva Campo Grande, dando a rua espaços de convivência e descanso, além de mobilidade maior aos pedestres.. Comerciantes desta via, em sua maioria, afirmam que houve crescimento das vendas desde a inauguração da obra, no dia 29 de novembro de 2019. 

A funcionária de uma loja de acessórios, Amanda Valdez, aponta que mesmo com alguns pontos negativos em relação ao trânsito, o público vem crescendo e está cada vez mais diversificado. “Nós acabamos ouvindo muita reclamação, sabe? Têm pessoas que não respeitam a sinalização e acabam multadas”. Mas, Amanda afirma que mesmo assim, as vendas da loja cresceram 25% no mês de fevereiro.

Laura Cristina e Katyelle Rodrigues, funcionárias de uma ótica, contaram ao Correio do Estado que o transtorno causado durante a obra - que ocorreu entre maio de 2018 e novembro de 2019 - fizeram o fluxo de vendas cair, e que o prejuízo ainda não foi totalmente recuperado. Mas, que o fluxo de pessoas nas ruas é sempre grande. 

Laura comenta que os funcionários costumam ouvir reclamações de motoristas em relação às vagas e ao trânsito. E, Katyelle complementa que mesmo com esse ponto negativo, ainda escuta um número grande de comentários bons dos consumidores em relação à revitalização.

Antes das 9h, a rua revitalizada, já contava com um fluxo grande de consumidores. Na espera pela abertura das lojas, Maria Bezerra de 69 anos, estava sentada em um dos bancos espalhados pelas largas calçadas da 14 de Julho e falou sobre as melhorias da via. “Ah, eu venho aqui pelo preço, pelas lojas, é bem melhor que o shopping. Agora tá até gostoso de andar, bem melhor que aquele lugar fechado”.

 
 

SOBRE A OBRA 

As obras do Reviva, na rua 14 de julho, começaram no dia 4 de junho de 2018. A revitalização levou 18 meses para ser concluída, e custou R$ 60 milhões (R$ 2,2 milhões acima do que havia sido prevista), em decorrências de alguns ajustes. A População campo-grandense compareceu em peso para a inauguração da rua revitalizada, no dia 29 de novembro de 2019.

Após a finalização das quadras da 14 de Julho, a nova etapa do Reviva Campo Grande, compreende as vias transversais da 14, o quadrilátero entre as Rua Padre João Crippa e Avenida Calógeras e as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso.

A nova etapa está prevista para começar em março de 2020, sendo a inauguração da rua principal realizada no final de novembro deste ano. A obra deve seguir o padrão estabelecido na 14 de Julho para a revitalização e modernização do Centro da Capital. 

Conforme relatório da Engepar, divulgado em agosto, as obras do Reviva já estão 85% concluídas, sendo que a drenagem pluvial, esgotamento sanitário, sistema de abastecimento de água e vistoria técnica já estão 100% concluídas. 

 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.