Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SOLIDARIEDADE

Com impressora 3D, universitários fabricam "escudo" contra Covid-19

EPI usado por profissionais da saúde será doado à Santa Casa
26/04/2020 07:34 - Ricardo Campos Jr


 

Professores universitários e técnicos fabricam máscaras-escudo que serão doadas a hospitais. O equipamento de proteção individual é composto por uma placa de acetato presa a uma argola de resina plástica, esta última fabricada com uma impressora 3D.

Leandro Basmagi, coordenador Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, está à frente do projeto. “Fizemos em conjunto com profissionais da saúde. Após alguns testes, e com o aval deles, começamos a produção”, explicou ao Correio do Estado.

 
 

Além disso, empresas doaram insumos para que a fabricação dos equipamentos fosse possível.

Isso porque a presilha que fixa a máscara no usuário foi totalmente desenvolvida no laboratório de manufatura da instituição e por isso foi preciso da consultoria até que ficasse perfeito.

O equipamento tem ajustes de tamanho e “é reutilizável, basta fazer a desinfecção depois”, afirma Basmagi. Para a limpeza pode ser utilizado o álcool 70% ou hipoclorito de sódio

Nilson Oliveira Narezi, do curso Fisioterapia da instituição, afirma que a “máscara- escudo” evita que o profissional tenha contato com gotículas, salivas e fluídos nasais que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos.

“É indicada para profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros, dentistas e outros que trabalham em hospitais, clínicas, unidades de saúde e que estejam na linha de frente no combate ao coronavírus”, alerta.

Até o momento, 20 unidades já estão prontas. A previsão é confeccionar mais 60 nos próximos dias. Todas serão doadas à Santa Casa de Campo Grande.

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...