Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM

Com novo recorde, MS ultrapassa marca de 4 mil casos de coronavírus

Estado também teve alto número de internações de ontem para hoje
17/06/2020 11:20 - Adriel Mattos


Mato Grosso do Sul teve novo recorde de confirmações de casos de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) e ultrapassou a marca de 4 mil casos. O número de internações chegou a 106 também com recorde de registros.

“Mais uma vez, a cidade de Dourados dá uma contribuição muito significativa. E outra parcela é resultado de testes rápidos”, frisou o secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende. Durante transmissão ao vivo na rede social Facebook na manhã desta quarta-feira (17), o secretário relatou que a capacidade dos drive-thru será ampliada. “Vamos precisar melhorar nossas estruturas em Campo Grande e Dourados e dar vazão a essa procura por testes. Estamos trabalhando para viabilizar recursos humanos e equipamentos para aumentar testagem. Quantos mais testes fizermos, teremos dados para basear ações”, explicou.

Para aliviar a alta demanda de testes aguardando resultado no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-MS), o Governo do Estado pediu apoio do Instituto Butantan, de São Paulo. “Vamos mandar para São Paulo para que possamos zerar os testes em Mato Grosso do Sul e vamos trazer materiais para ajudar o Lacen, já que alguns estados já tem falta de material”, disse Resende. A Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) também vai colaborar com as autoridades de saúde para avaliar os testes da região.

O secretário alertou para a alta taxa de ocupação de leitos em Corumbá. “Estamos chegando à capacidade máxima, 95% dos leitos ocupados. Temos 19 pacientes internados, entre pessoas com suspeita e confirmação de Covid-19 e demais pacientes. Tem aumentado muito a ocupação em Dourados também”, relatou.

 
 

DADOS

Hoje, Mato Grosso do Sul chegou a 4.164 casos. Entre ontem e hoje, mais 379 casos foram confirmados. Dos novos casos, 129 foram registrados em Dourados, 84 em Campo Grande, 44 em Paranaíba, 21 em Corumbá, 15 em Três Lagoas e 12 em Naviraí.

Ivinhema confirmou mais nove casos e São Gabriel do Oeste mais oito. Chapadão do Sul, Guia Lopes da Laguna e Rio Brilhante registraram novos sete casos cada. Bonito, Caarapó, Glória de Dourados e Ponta Porã confirmaram mais três casos cada.

Iguatemi, Ladário, Rio Verde de Mato Grosso, Sonora e Novo Horizonte do Sul registraram novos dois casos cada. E Água Clara, Deodápolis, Douradina, Inocência, Itaporã, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia e Vicentina confirmaram um novo caso cada.

MAIS RECUPERADOS

Mais 141 pessoas se recuperaram da Covid-19, totalizando 2.110. 106 pacientes estão internados, sendo 49 em leitos clínicos e 60 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Portanto, em 24 horas, mais 18 pessoas foram internadas no Estado. Há ainda três pacientes sendo tratados no Estado, mas não contabilizadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Dessas 42 pessoas em leitos clínicos, 22 estão em leitos públicos. As outras 19 estão em hospitais privados, e mais uma de São Paulo ocupa leito privado. Entre os 51 internados em UTI, 27 ocupam leitos públicos e 24 pessoas estão em hospitais privados. Com isso, a taxa de ocupação de leitos clínicos é de 7% e dos de UTI é de 22%.  

Considerando o total geral de leitos e internações por outras doenças, a macrorregião de Corumbá está com 95% da capacidade ocupada. Dos 20 leitos, metade tem pacientes em tratamento contra outras doenças, 35% foram diagnosticados com Covid-19 e 10% estão com suspeita.

Já a macrorregião de Campo Grande está com 66% dos leitos ocupados. São 212 unidades, sendo 60% com pessoas com outras doenças e 6% contaminados pelo vírus. A região de Dourados tem 102 leitos e 46% estão ocupados. E a macrorregião de Três Lagoas tem 43% de leitos ocupados, de um total de 35.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.