Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Com rodoviária fechada, carros com passageiros terão regras para entrar na Capital

Prefeito afirma que deve aumentar transporte de passageiros por veículos menores e decreto com normas está sendo editado
03/06/2020 15:59 - Glaucea Vaccari


 

Com o fechamento do Terminal Rodoviário de Campo Grande e o aumento de casos da Covid-19 no interior de Mato Grosso do Sul, vans e veículos de passeio terão que cumprir regras para entrar na Capital, segundo informou hoje (3) o prefeito Marcos Trad (PSD).  

Decreto com todas regras deve ser publicado amanhã, no Diário Oficial do Município. Objetivo é verificar se os veículos menores estão fazendo transporte irregular de pessoas e verificar as condições de saúde de quem entra na capital.  

“Vai crescer número e pessoas vindo para cá através de vans ou de carros que vão servir de meio de transporte para essas pessoas. Estamos reforçando barreiras sanitárias e, na mesma sintonia em que haverá fechamento do terminal rodoviário, nós vamos intensificar e dobrar [fiscalização] em todas as entradas da nossa capital para ver e vistoriar todas vans, transporte coletivo, kombis e carros maiores com número de pessoas dentro, todos vão ter que obedecer decreto”, disse Trad.

Rodoviária ficará fechada desta sexta-feira (5) até o dia 5 de julho.  Em caso de descumprimento, as penas são rescisão da outorga onerosa e apreensão do veículo, sem contar eventuais processos judiciais e demais sanções administrativas.  

Na fiscalização que será iniciada em veículos menores que podem servir de transporte de passageiros, descumprimento das regras, que ainda serão divulgadas, também acarretará em multa, apreensão da carteira nacional de habilitação (CNH) e remoção do veículo ao pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

“Decreto será rigoroso. Até amanhã saíra esse regramento para esse tipo de transporte de menor porte dos ônivis para a entrada na nossa cidae. Vamos pedir documentos, ver se os passageiros são membros da mesma família, vamos fazer indagações”, explicou o prefeito.

Ainda segundo Trad, ninguém está impedido de entrar em Campo Grande, mas para isso deverão cumprir medidas de prevenção e cautela para “salvaguardar a cidade” e evitar que pessoas de cidades onde há pico de casos de Covid-19 entrem doentes na Capital, aumentando o contágio.  

Além do regramento para veículos, barreiras sanitárias continuam com aferição de temperatura, realização de testes para pessoas que apresentarem sintomas e desinfecção de carros.

 

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...