Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Prefeitura inicia obras em trechos danificados do Córrego Prosa e Praça das Águas

Serão investidos R$ 1,2 milhão para recuperação do gabião, na Fernando Correa da Costa e Ricardo Brandão
12/08/2020 12:59 - Glaucea Vaccari


Obras de recuperação em cinco trechos danificados das paredes de gabião do Córrego Prosa começaram hoje, em Campo Grande.  

Trabalho foi iniciado próximo ao cruzamento da Avenida Fernando Correa da Costa com a Rua José Antônio.

Ao todo, serviço será executado nas avenidas Fernando Corrêa da Costa e Ricardo Brandão, entre as Ruas José Antônio e Nova Era, e dentro do Parque das Águas, na Chácara Cachoeira.  

Serão investidos R$ 1,2 milhão para a reconstrução de paredes do gabião danificadas ao longo do tempo, do piso de concreto feito sobre pedra rachão, além da construção de passeio público e urbanização.

Projeto foi desenvolvido após levantamento da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços (Sisep) identificar quase 100 metros de gabião danificados, consequência de 15 anos sem manutenção.

Entre os problemas identificados está o processo de oxidação de parte dos arames decorrente do contato com a água. Devido a ferrugem, gaiolas se abriram, levaram pedras e derrubaram parte do muro.

Para evitar novos problemas semelhantes, o material a ser instalado terá arames revestidos, garantindo maior durabilidade.

Além disso,  gaiolas serão enchidas com pedra rachão envolvidas com lona geotêxtil, que filtrará a areia que desce com a enxurrada. 

Técnicos da Sisep explicam que drenos serão instalados a cada dois metros para escoamento das águas pluviais e, estes drenos e a lona reduzirão a pressão sobre as paredes de proteção das margens do córrego, evitando desabamentos.

Projeto contempla também, o plantio de 1,1 mil mudas, controle de pragas e formigas e implantação de 560 metros de cerca na Praça da Águas.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!