Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Coronavírus: 23 cidades de Mato Grosso do Sul não tem casos

Prefeituras estabeleceram série de restrições para “blindar” municípios
13/06/2020 17:40 - Adriel Mattos


Enquanto a pandemia de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) avança cada vez mais em Mato Grosso do Sul, alguns municípios ainda não registraram nenhum caso. Segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), 24 municípios não constam na lista dos que já têm confirmações.

São eles: Anaurilândia, Antônio João, Aral Moreira, Bandeirantes, Bodoquena, Cassilândia, Coronel Sapucaia, Dois Irmãos do Buriti, Eldorado, Figueirão, Inocência, Japorã, Jaraguari, Juti, Laguna Carapã, Nioaque, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Rio Negro, Rochedo, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas e Terenos.

 
 

PROIBIÇÕES

Para manter a situação dessa forma, algumas prefeituras impuseram medidas rígidas. É o caso de Bandeirantes, no centro-norte do estado. Decreto de 15 de maio tornou obrigatório o uso de máscaras nas vias públicas. E para evitar aglomerações, o prefeito Álvaro Urt (DEM) proibiu a realização de festas, casamentos, bingos e eventos esportivos como jogos de futebol. Sem leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), a prefeitura adquiriu dois respiradores.

Em Coronel Sapucaia, a prefeitura determinou também em maio o fechamento por tempo indeterminado de igrejas, parques, casas de shows e do terminal rodoviário. Festas e eventos estão proibidos de serem realizados. E o uso de máscara é obrigatório nas vias públicas.

 
 

DADOS

Neste sábado (13), a SES informou a confirmação de mais 234 casos, totalizando 3235. Desses novos registros, 135 foram em Dourados, 40 em Campo Grande, 12 em Chapadão do Sul, 11 em Fátima do Sul, seis em Rio Brilhante, cinco em Jardim e quatro em São Gabriel do Oeste.

Corumbá, Naviraí e Três Lagoas confirmaram três casos cada. Costa Rica e Nova Andradina registraram dois novos casos cada. Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Caracol, Ivinhema, Nova Alvorada do Sul, Paraíso das Águas, Sidrolândia e Vicentina confirmaram mais um novo caso cada.

Itaquiraí modificou os dados e descartou um caso. Isso significa que uma apuração das autoridades de saúde locais identificou que o paciente não reside no município, apenas buscou atendimento fora de seu domicílio.

Mais 149 pessoas se recuperaram da Covid-19, totalizando 1701. 70 pacientes estão internados, sendo 42 em leitos clínicos e 31 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Dois pacientes de outros estados e um boliviano estão internados em Mato Grosso do Sul, mas não entram nas estatísticas sul-mato-grossenses.

Dessas 42 pessoas em leitos clínicos, 22 estão em leitos públicos. As outras 19 estão em hospitais privados, e um paciente de São Paulo ocupa um leito particular no Estado. Entre os 31 internados em UTI, 15 ocupam leitos públicos e 16 pessoas estão em hospitais privados. Com isso, a taxa de ocupação de leitos clínicos é de 7,2% e dos de UTI é de 11,6%.

O Estado já contabiliza 28 mortes: oito em Campo Grande, cinco em Três Lagoas, duas em Dourados, duas em Batayporã, duas em Brasilândia, duas em Itaporã, uma em Paranaíba, uma em Vicentina, uma em Iguatemi, uma em Rio Brilhante, uma Sidrolândia, uma em Ponta Porã e uma em Corumbá.

 

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.