Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Coronavírus: barreiras sanitárias abordam 7 mil pessoas por dia em MS

Até o momento, 35 casos foram tratados como suspeitos durante abordagem
07/04/2020 18:15 - Da Redação


As 17 barreiras sanitárias em operação nas estradas e no Aeroporto Internacional de Campo Grande têm abordado pelo menos 7 mil pessoas ao dia, segundo dados da  Comissão de Controle Sanitário de Mato Grosso do Sul (CCS/MS). Desde o início da operação, 33,1 mil pessoas foram abordadas em 16,4 mil meios de transportes nos postos fiscais terrestres e aeroporto.  

Essas barreiras visam diminuir o contágio da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O Posto Fiscal XV de Novembro, localizado na BR-267, no município de Bataguassu divisa com São Paulo, abordou 7.542 pessoas em 4.219 meios de transportes.  

No Posto Fiscal Jupiá, em Três Lagoas, foram 4.815 pessoas em 2.405 meios de transportes. O Posto Fiscal Ilha Grande, em Mundo Novo, abordou 1.711 pessoas em 1.072 meios de transporte. Em Anaurilândia, o Posto Fiscal Ofaié, contabiliza abordagem de 2.354 pessoas em 1.457 meios de transportes.

A base de fiscalização Campo Bom, em Chapadão do Sul, contabiliza 2.689 pessoas abordadas em 1.110 meios de transportes. Em Corumbá, o Posto Esdras, possui registro de 774 pessoas abordadas em 66 meios de transportes. O Aeroporto Internacional de Campo Grande registra até o momento 1.084 pessoas abordadas em 18 aeronaves. As demais unidades de fiscalização totalizam 10.656 pessoas abordadas.

Com o Posto de Corumbá e as unidades do Ceasa e Guia Lopes da Laguna, que contam com o apoio de servidores do Iagro, Mato Grosso do Sul conta atualmente com 17 barreiras sanitárias em operação.

Até o momento, 35 casos foram tratados como suspeitos durante abordagem nas barreiras sanitárias. Desse total, 18 pessoas foram orientadas a procurarem uma unidade de saúde ou fazerem isolamento domiciliar.

Os demais casos suspeitos integravam o grupo de 769 repatriados que chegaram vindos da Bolívia. Porém, todos passaram por atendimento com infectologistas e os casos foram descartados.

BOLETIM

Nesta terça-feira (7), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou mais 14 casos do novo coronavírus, totalizando 80 registros em Mato Grosso do Sul. A maioria dos pacientes está em Nova Andradina. A cidade tem seis pessoas contaminadas.  

Outras quatro são da Capital. Batayporã, Chapadão do Sul, Corumbá e Sonora tiveram uma confirmação cada. Com a primeira confirmação na Cidade Branca, todas as macrorregiões da saúde estão com pessoas infectadas.

Outras 29 estão em isolamento domiciliar e mais 33 finalizaram a quarentena e foram declaradas curadas da doença. Somente duas pessoas morreram, ambas em Batayporã.

Campo Grande concentra maior parte dos casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul, com 49 confirmações. Nova Andradina aparece em segundo lugar com nove. Na sequência vem Batayporã e Dourados com seis casos cada, Três Lagoas com três.

Ponta Porã, Corumbá, Sidrolândia, Sonora, Alcinópolis e Rio Verde de Mato Grosso têm apenas um paciente cada.

 

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.