Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NOVO CORONAVÍRUS

Médicos dos bombeiros consultarão população em casa sobre Covid-19

Pessoas com sintomas deverão telefonar para o 193
23/03/2020 15:30 - Eduardo Miranda


 

O governador Reinaldo Azambuja anunciou nesta segunda-feira (23), que o Corpo de Bombeiros terá 12 médicos de plantão para atender casos suspeitos de Covid-19, e pessoas com sintomas da doença, que é causada pelo novo coronavírus. “Basta ao cidadão telefonar para o 193, que os médicos irão orientar e, se for o caso, irão ao encontro da pessoa”, informou o Azambuja, em entrevista ao telejornal MS1, da TV Morena.  

“Eles (os médicos, admitidos no concurso mais recente) foram treinados para isso e têm equipamentos. Estão disponíveis para irem às casas. A ideia é impedirmos que uma pessoa contaminada, fique em contato com mais pessoas”, afirmou o governador.  

Inicialmente, a medida vale para Campo Grande, cidade do Estado que concentra a grande maioria dos casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus.  

Azambuja, na mesma entrevista, também lembrou de outras medidas de mitigação dos efeitos da pandemia: a suspensão das aulas em toda rede pública estadual, que começa hoje, e o reforço do teletrabalho e uso das plataformas digitais do Estado. “Quanto menos contato as pessoas tiverem, menos o vírus vai circular”, informou.  

O governador também lembrou dos planos do governo do Estado para atender as vítimas da epidemia em estado grave, divulgado pelo Correio do Estado nesta segunda. Serão 44% a mais de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com a possibilidade de, em último caso, montar hospitais de campanha em locais como o Pavilhão Albano Franco e o Estádio Morenão. 

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.