Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Média de isolamento foi a mesma na 1ª semana de decreto

Capital teve taxa de 36,4% nos últimos cinco dias, a mesma apresentada sem decreto
25/07/2020 16:21 - Daiany Albuquerque


O isolamento social não aumentou na primeira semana de restrição imposta pela prefeitura de Campo Grande, que reduziu horário de funcionamento do comércio. Isso porque nos últimos 5 dias a média permaneceu em 36,4%, o mesmo que foi praticado nas duas semanas anteriores a publicação do decreto.

Desde o dia 18 de julho passou a valer determinações mais rígidas de mobilidade urbana para aumentar a taxa de isolamento social na Capital, que é uma das mais baixas do país. Entretanto, durante os cinco dias úteis desta semana, nenhuma mudança foi sentida em relação ao mesmo período da semana passada.

Conforme dados do governo do Estado, na semana do dia 13 ao dia 17 deste mês, quando as determinações da prefeitura não estavam em vigor, a média de isolamento social ficou em 36,4%, assim como havia ocorrido na semana anterior, de 6 a 10 de julho. Essa taxa foi a mesma apresentada entre os dias 20 e 24 deste mês, portanto depois que as medidas já estavam em vigor.

Decreto municipal determinou que, por conta do número crescente de casos da Covid-19 em Campo Grande, o horário de funcionamento do comércio de rua seria restrito para o período das 9h às 17h, podendo as empresas funcionar por meio de delivery em horário posterior a isso.

Apenas as atividades consideradas essenciais poderiam abrir de acordo com seu horário normal de funcionamento e poderia permanecer aberta depois do toque de recolher, às 20h. Já aos fins de semana, apenas as atividades consideradas essenciais podem abrir as portas ao público. O decreto ficará em vigor até o dia 31 de julho. 

A medida foi tomada com a intenção de frear o avanço da pandemia na Capital, que se tornou epicentro da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, com 8.187 pessoas infectadas. Até agora o novo coronavírus já matou 90 pessoas na cidade. 

No Estado, ainda segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a cidade com o maior número de pessoas em casa é Juti, que apresenta isolamento social de 63,16% neste sábado. O município com a menor taxa é Laguna Carapã, que tem apenas 23,4% de pessoas em casa.

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito de cidade do interior foi buscar “inspiração” para elaborar seu programa de governo.

Assim, não se fez de rogado em beber da fonte de prefeito que tenta a reeleição em município da Bahia.

O dito-cujo cá dessas bandas copiou as propostas e vinha as apresentando como sendo de sua autoria.

A população já descobriu o plágio e ainda aguarda uma explicação.

Se não houver, as urnas certamente a darão.