Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM

Sobe para 24 número de casos confirmados de coronavírus em MS

Número de suspeitas caiu 45% em um dia
24/03/2020 16:52 - Adriel Mattos, Glaucea Vaccari


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul confirmou mais três casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Com esses diagnósticos, sobe para 24 o número de pacientes que contraíram o vírus.

Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (24). Os três pacientes são de Campo Grande, com idades entre 30 e 51 anos. Na última segunda-feira (16), um homem de 30 anos que esteve na Espanha teve resultado positivo para a doença. Duas mulheres, de 42 e 51 anos, que tiveram contato com paciente que contraiu o novo coronavírus, foram diagnosticadas na sexta-feira (20).

Por outro lado, a SES descartou mais 58 casos, diminuindo o número de suspeitas em 45,71%, passando de 70 para 38. São 21 pacientes em Campo Grande, três em Três Lagoas, dois em Coxim e um em Aquidauana, Bela Vista, Bonito, Caracol, Corguinho, Corumbá, Dourados, Itaporã, Ivinhema, Jateí, Maracaju e Nova Alvorada do Sul.

Além de Campo Grande, com 22 casos confirmados, Sidrolândia e Ponta Porã tem um caso cada. 11 casos foram excluídos após diagnóstico de outras doenças respiratórias.

BRASIL

Já no boletim do Ministério da Saúde, o Brasil soma 2.201 confirmações e 46 mortes. São 40 em São Paulo e seis no Rio de Janeiro. Todos as unidades da Federação têm casos confirmados.

A maioria está na região Sudeste, com 58,1% das confirmações. Já o Norte tem o menor percentual, com 3,7% do total.  

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.