Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Ministério da Saúde repassa R$ 7,8 milhões para MS combater coronavírus

Governo vai dividir recursos entre municípios e ações estaduais contra a Covid-19
25/03/2020 17:31 - Adriel Mattos, Glaucea Vaccari , Yarima Mecchi


 

O Ministério da Saúde liberou cerca de R$ 600 milhões para as 27 unidades da Federação combaterem o avanço da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Conforme portaria publicada na edição desta quarta-feira (25) do Diário Oficial da União (DOU), Mato Grosso do Sul receberá R$ 7,8 milhões.

A divisão dos recursos foi feita conforme a população de cada unidade da Federação, fixando entre R$ 2 e R$ 5 o valor mínimo por habitante que deverá ser investido. “Cada estado deve dividir, se vai para o governo ou as prefeituras”, frisou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), durante entrevista coletiva à imprensa para atualização dos casos de Covid-19 em todo o Brasil.

Mais tarde, o titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Geraldo Resende, confirmou que vai repassar parte dos recursos para os municípios e outra em ações do governo no combate à pandemia.

“Quero reafirmar que estamos dando todo prosseguimento a várias atividades que fizemos com os 79 municípios, estamos trabalhando intensamente para disponibilizar em curtíssimo espaço equipamentos para atender toda a população, seja casos mais leve, seja mais críticos, que precisa de leito intensivo”, explicou durante transmissão ao vivo na rede social Facebook.

 

Felpuda


Nos bastidores, há quem garanta que a única salvação, de quem está com a corda no pescoço, é ele aceitar ser candidato a vice-prefeito em chapa de novato no partido. Vale dizer que isso nunca teria passado por sua cabeça, uma vez que foi eleito com, digamos, “caminhão de votos”. Se aceitar a imposição, pisaria na tábua de salvação; se recusar, poderá perder o mandato. Ah, o poder!