Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AGÊNCIAS

Mais de 20 bancários testam positivo para Covid-19

Sindicato disse que agência do Santander é a mais preocupante
03/07/2020 11:29 - Gabrielle Tavares


Pelo menos 23 funcionários bancários já testaram positivo para Covid-19 em Campo Grande, Ribas do Rio Pardo e São Gabriel do Oeste. Os casos foram registrados pelo Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região nas agências Santander, Caixa, Itaú, Banco do Brasil e Bradesco.

Dos 23 trabalhadores, 19 são bancários e 4 terceirizados. O caso mais grave é no Santander, onde 10 bancários já testaram positivo para Covid-19, a maioria da mesma agência.

Das 10 agências do Santander em Campo Grande, 3 fecharam depois de casos confirmados. “Um dos casos confirmados fez visitas em várias agências, mantendo contato com os bancários, expondo-os ao risco de contaminação. Por isso, três agências já estão fechadas e dezenas de trabalhadores estão em isolamento domiciliar à espera de testagem” comenta a presidente do sindicato, Neide Rodrigues.

Ela ainda afirmou que considera as agências como um local de alto risco de contaminação, por conta da aglomeração de pessoas e de áreas sem ventilação. A presidente ainda pediu para a população evitar ir às agências e priorize os canais eletrônicos dos bancos.

“As pessoas precisam entender que, neste momento, elas só devem ir ao banco em casos extremos. Está muito perigoso ficar circulando, a doença está avançando muito rápido agora no nosso Estado”, ressalta.

Segundo o sindicato, os bancos cumprem diversos protocolos em casos confirmados, como o fechamento e higienização da agência, além do isolamento domiciliar e a testagem de todos os funcionários que tiveram contato com a pessoa contaminada. 

 
 

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.