Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Coronavírus: Governo dispensa licitação e vai comprar ventilador pulmonar por R$ 680 mil

Secretaria vai criar mais 227 leitos nos próximos dez dias
23/03/2020 17:26 - Adriel Mattos


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul dispensou a necessidade de licitação e vai comprar por R$ 680 mil ventilador pulmonar para atender pacientes com Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O ato foi publicado em edição extra do Diário Oficial Eletrônico (DOE) nesta segunda-feira (23).

Essa medida vem na esteira dos esforços do governo para ampliar a rede de atendimento em meio à pandemia, conforme noticiou o Correio do Estado na edição de hoje. Conforme levantamento da SES e do Ministério Público do Estado (MPMS), atualmente são 513 leitos de unidade de tratamento intensivo em Mato Grosso do Sul. Nos próximos dez dias, mais 227 serão abertos.

Uma parcela dos 227 novos leitos de UTI será adaptada dos 5.596 leitos que Mato Grosso do Sul têm na atualidade, conforme dados do DataSus. Deste total, 2.220 estão em Campo Grande. Mais da metade dos leitos da Capital (1.317) pertence à rede pública.

O Ministério da Saúde projeta que o volume de pessoas contagiadas chegue a 22 mil pessoas nos próximos dez dias no Estado. Como uma média de 5% dos infectados com a Covid-19 precisam de internação intensiva, se todos precisarem de leitos de UTI, seriam necessários 1,1 mil para atender a demanda.  

O aumento de leitos de UTI nos hospitais de Mato Grosso do Sul seria o plano A no combate aos danos causados pelo novo coronavírus. O plano B, conforme o Correio do Estado apurou, também seria a ampliação dos hospitais de campanha das Forças Armadas.  

Se ainda assim a demanda por atendimento continuar alta, as autoridades de saúde de Campo Grande têm dois locais à disposição para receber os pacientes. A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) já ofereceu o Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, para transformar suas instalações em hospital. A Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems) também disponibilizou as instalações do Centro de Convenções Albano Franco, no Bairro Carandá Bosque.

BOLETIM

Nas últimas 24 horas, o Estado não confirmou nenhum novo caso de Covid-19, mantendo em 21 o número de confirmações.  

Por outro lado, o número de casos suspeitos aumentou 40%, passando de 50 registrados até domingo (22) para 70 hoje. Outras oito notificações foram descartadas, por apresentarem a presença de outro agente etiológico que não seria o novo coronavírus.

Desses 70 casos, foram registradas 48 suspeitas em Campo Grande; duas nas cidades de Anastácio, Corumbá, Dourados, Naviraí, São Gabriel do Oeste e Sete Quedas; e um em Aquidauana, Bandeirantes, Iguatemi, Jardim, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo e Rio Brilhante.

Dos 21 casos confirmados, 19 são da Capital, um em Ponta Porã e outro em Sidrolândia. Até agora, as autoridades de saúde notificaram 300 casos em todo o Estado.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!