Clique aqui e veja as últimas notícias!

PANDEMIA

Justiça manda 2 mil presos de Mato Grosso do Sul para casa

Justiça deu aval a prisões domiciliares e alguns detentos aproveitaram para sumir no mapa
15/07/2020 06:00 - Ricardo Campos Jr


A Justiça autorizou regime domiciliar para 2.050 presos em Mato Grosso do Sul em razão da pandemia da Covid-19. 

Os dados são da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen), responsável pelas unidades carcerárias estaduais. Segundo o órgão, 46 detentos desobedeceram as medidas impostas e sumiram no mapa. 

Somente 256 internos estão usando tornozeleiras. Eles fazem parte dos 322 em regime fechado que foram para casa cumprir as penas. Foram beneficiados também 761 do regime aberto e 967 do semiaberto.

Em todos os casos, juízes atenderam pedidos feitos pelos advogados com base na Recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça, que orientou os magistrados a concederem a domiciliar àqueles que são do grupo de risco para a doença.

As decisões favoráveis vieram tanto da esfera estadual como federal, já que existem presos por crimes como tráfico internacional de drogas que estavam sob alçada do Governo enquanto aguardavam decisões finais dos processos para serem transferidos às penitenciárias da União.

Em alguns casos, as domiciliares foram provocadas justamente por surtos da doença dentro das unidades, como foi o caso de sete mulheres de um estabelecimento penal de Rio Brilhante, onde 21 mulheres pegaram a doença.