Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Coronavírus pode ter feito mais uma vítima no interior de MS

Mulher estava internada desde o dia 27 de março em Batayporã
06/04/2020 12:00 - Bruna Aquino, Daiany Albuquerque


O novo coronavírus pode ter feito mais uma vítima no interior de Mato Grosso do Sul, segundo informou a Secretaria Estadual de Saúde nesta segunda-feira (6) durante anúncio de boletim epidemiológico. Segundo informações, a vítima tem todas as evidências da doença, mas apenas os exames vão constatar se a morte foi provocada pela covid-19. 

A primeira vítima da doença foi a aposentada Eleuzi Silva Nascimento, 64 anos, moradora de Batayporã. Ela ficou internada em Nova Andradina antes de ser transferida para Dourados, onde morreu. A cidade tem hoje cinco confirmações para o novo coronavírus e Nova Andradina três, todos transmitidos pela aposentada.  

A segunda vítima, possivelmente da doença é uma mulher também moradora de Batayporã que sofria de hipertensão e diabetes. Segundo informação da SES, ela morreu às 2h20 da madrugada no hospital da cidade onde estava internada desde o dia 27 de março. 

Segundo o secretário de saúde, Geraldo Resende, o primeiro exame deu inconclusivo, mas foi solicitado um novo exame que será realizado no Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen) com o teste rápido. “Logo teremos o resultado e vamos divulgar, mas todas as evidências mostram que pode ser o segundo caso de morte por coronavírus no Estado”, disse. 

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Conforme divulgado pela secretaria, até hoje são 726 casos notificados em Mato Grosso do Sul, sendo 63 em investigação e 66 casos confirmados da doença. Dos descartados foram 585, 12 excluídos e oficialmente 1 óbito. 

Campo Grande concentra a maioria dos pacientes positivos para a Covid-19, com 44 casos, seguida por Dourados (6), Batayporã (5), Nova Andradina (3) e Três Lagoas (3). Tem um caso cada os municípios de Alcinópolis, Sidrolândia, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso e Chapadão do Sul.

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.