Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Paraguai fecha as fronteiras e proíbe a entrada de brasileiros

Paraguaios que retornarem ao País deverão ficar isolados durante 14 dias
18/03/2020 18:44 - Súzan Benites


Na tarde desta quarta-feira (18), o exército paraguaio fechou a fronteira com o Brasil em Pedro Juan Caballero, cidade que faz divisa com a cidade sul-mato-grossense Ponta Porã. Conforme informações dos comerciantes que atuam na fronteira, os policiais paraguaios estavam na divisa dos países informando que a partir desta quinta-feira (19) nenhum brasileiro entra. 

De acordo com o radialista de Ponta Porã, Reinaldo Jalasca, informa em vídeo enviado ao Correio do Estado, a partir de amanhã os brasileiros não conseguirão entrar no Paraguai. “Estamos em frente ao shopping West Garden na linha internacional, os policiais estão orientando que amanhã os brasileiros não podem mais entrar no Paraguai. Para conter o coronavírus essa foi a atitude tomada”, disse Jalasca.

Segundo o presidente da Câmara de Comércio e Turismo de Pedro Juan Caballero, Victor Barreto, a fronteira já estava sendo controlada. “A entrada e saída já estava restrita. Tem paraguaios que moram em Ponta Porã que estavam entrando e saindo. Aqui em Pedro Juan ainda não temos nenhum caso confirmado, por isso o Paraguai quer controlar a entrada”, disse.

O empresário Alejandro Aranha, disse que somente os estrangeiros ou pessoas em tratamento médico estão passando. “Ninguém entra ou sai a partir de amanhã. Apenas os estrangeiros que estejam passando por aqui ou os que precisam de tratamento médico”, informou ao Correio do Estado.

PONTE DA AMIZADE 

Durante a tarde de hoje, a Ponte Internacional da Amizade, que faz fronteira entre a Ciudad Del Este e Foz do Iguaçu já havia sido fechada após determinação do governo do Paraguai. Conforme informações do jornal O Dia, o bloqueio será de 15 dias.

O Paraguai contabiliza nove casos confirmados para Covid-19 de acordo com as notícias locais. O país vizinho determina que os turistas sem documento paraguaio que estejam voltando para o Brasil, caminhoneiros e veículos com mercadorias podem entrar. Já os paraguaios que estejam voltando serão obrigados a ficar em quarentena por 14 dias.

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.