Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AGORA É FATO

Coronavírus se espalha com mais facilidade no tempo frio e seco, concluem cientistas

Estudo conduzido por pesquisadores chineses investigou avanço do vírus antes das medidas de contenção em vários países
01/04/2020 13:00 - Ricardo Campos Jr


 

Estudo conduzido por pesquisadores chineses relaciona o avanço do novo coronavírus com a temperatura e umidade relativa do ar. Em resumo: lugares frios e secos tendem a ter mais pessoas contaminadas, o que acende o alerta a Mato Grosso do Sul, que está em pleno outono caminhando em direção à estiagem.

A pesquisa foi divulgada pelo Centro de Monitoramento do Clima (Cemtec). As massas de ar frio devem atuar com mais intensidade e os termômetros devem entrar em declínio. No decorrer de maio e junho algumas regiões podem ter até geadas fortes.

“No entanto, deve-se ter em mente que os fatores que influenciam a disseminação do vírus  vão além da temperatura e umidade, uma vez que o tempo também dita os hábitos da população. Apesar da alta umidade contribuir para a diminuição da transmissão, em regiões tropicais com chuva intensa, as pessoas também tendem a se aglomerar em ambientes fechados para proteção, o que aumenta o contágio”, afirmou Franciane Rodrigues, responsável pelo Centro.

ESTUDO

Os pesquisadores chineses analisaram o avanço do contágio tanto na Ásia como Europa no período em que as autoridades ainda não haviam tomado qualquer atitude para isolar a população, já que o objetivo era notar como o vírus se comporta em situações naturais de convívio.

Eles identificaram que países como Singapura, Tailândia, Malásia tiveram quantidade diária de novos casos confirmados da Covid-19 abaixo de um. Os termômetros nessas localidades oscilavam entre 30ºC e 36ºC.

Já a Itália, que tem uma das maiores incidências do novo coronavírus, estava no fim do inverno, com os termômetros marcando entre 6ºC e 12ºC.

Os pesquisadores compararam os resultados com o comportamento de outros agentes patológicos já conhecidos, como o Influenza, e observaram que esse tipo de organismo se espalha com mais facilidade em ambientes frios e apontaram dois possíveis motivos para isso.

Um deles seria que os vírus são mais estáveis em baixas temperaturas, além das gotículas expelidas por pessoas contaminadas permanecerem mais tempo no ar seco do que úmido. O segundo seria o enfraquecimento da imunidade dos hospedeiros na estiagem e frio, tornando-os mais suscetíveis a ficarem doentes.

 

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.