Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CARNAVAL 2020

Desfile das escolas de samba de Corumbá termina nesta segunda

Blocos oficiais reuniram mais de 10 mil pessoas neste sábado
23/02/2020 18:55 - Da Redação


Silvio Andrade

 
 

Duas escolas de samba favoritas ao título deste ano entram na Avenida General Rondon, na noite desta segunda-feira, fechando o desfile do maior carnaval do Centro-Oeste: A Pesada, campeã de 2019, e a Império do Morro, uma das agremiações que mais evoluiu nos últimos anos, ousando, inclusive, a inserir violinos e violoncelos em sua bateria em 2007. A noite promete um grande espetáculo, com expectativa de público recorde.

Quatro escolas abrem a disputa neste domingo (23) Unidos da Major Gama, Mocidade Independente da Nova Corumbá, Acadêmicos do Pantanal, e Unidos daVila Mamona. Na segunda-feira (24), outras cinco encerram o espetáculo: Imperatriz Corumbaense, Marques de Sapucaí, A Pesada, Estação Primeira do Pantanal e Império do Morro. A apuração do desfile ocorrerá na quarta-feira (26).  

A Imperatriz Corumbaense abre o desfile, às 20h, contando o centenário de Dona Maninha, uma costureira que dedicou sua vida em ajudar os leprosos, entrando na avenida com 600 componentes, 13 alas e quatro carros alegóricos. A escola Marquês de Sapucaí desfilará com um tema de enredo já muito explorado: “Corumbá identidade cultural sem igual”, falando dos 241 anos da cidade. Terá 700 integrantes, 19 alas e cinco carros alegóricos.

Terceira escola a entrar na passarela do samba, A Pesada, fundada em 1970, celebra seu jubileu de prata fazendo uma releitura de seus grandes carnavais. A campeã do ano passado tem a parceria da escola de samba União da Ilha do Governador, do Rio de Janeiro, e promete esbanjar muito luxo em seus cinco carros alegóricos. “Vamos buscar o bicampeonato com um desfile diferente”, garante o presidente Neidivaldo Colombo (Gugu).

Blocos: nada de novo

A Estação Primeira do Pantanal, quarta escola a desfilar, surpreendeu no ano passado, classificando-se em terceiro lugar, à frente da Império do Morro e Vila Mamona, que detém a maioria dos títulos. Entra na avenida cantando “Sherazade e as mil e uma noites”. A Império do Morro fecha a programação com o enredo “Os impérios Brasillis”, contando a chegada dos portugueses com uma pitada de crítica a realidade do Brasil atual, com 1.080 componentes.

O desfile dos blocos oficiais, no sábado, mostrou a mesmice dos últimos anos, com pouca criatividade para entidades que comercializam suas camisetas e tem apoio governamental. Os blocos são julgados em harmonia, evolução, bateria e melodia, mas os dois primeiros quesitos não mudam o formato, afastando o público, que não lotou os camarotes e arquibancadas. Alguns blocos se destacaram pela vibração, dentre os quais o Vitória Régia e Oliveira Somos Nós.

Segurança na Justiça

A organização do carnaval de Corumbá respirou aliviada no sábado com a decisão judicial de manter um contrato sob suspeita de irregularidade realizado pela prefeitura para contratar segurança privada para o circuito do samba, na Avenida General Rondon. O contrato sem licitação com a empresa MM da Silva Serviços de Vigilância havia sido suspenso pela juíza Luiza Vieira Sá de Figueiredo, da Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos de Corumbá.

No sábado, poucas horas antes do desfile dos blocos oficiais, a prefeitura conseguiu reverter o caso, que poderia comprometer a segurança no carnaval. O juiz Luiz Antônio Cavassa de Almeida derrubou a decisão liminar que suspendia a contratação emergencial de 200 seguranças privados, pelo valor de R$ 249,6 mil, “primando pela segurança, preservação da ordem e da incolumidade da população que irá frequentar as festividades carnavalescas”.

Apesar do impasse, o carnaval local segue em clima de tranquilidade, segundo a Polícia Militar. Relatórios das ocorrências de 21 a 23 apontam 14 prisões na região da Avenida General Rondon, a maioria por brigas e embriaguez. O desfile dos blocos oficiais, no sábado, reuniu mais de 10 mil pessoas, com a presença de forte policiamento, incluindo a PM, segurança privada e guarda municipal, com o auxílio de câmeras de videomonitoramento.

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo....