Cidades

justiça

Corumbá ganha primeiro Centro Judiciário do interior de MS

Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania dá celeridade aos processos

DA REDAÇÃO

19/09/2015 - 08h36
Continue lendo...

Nesta sexta-feira (18), foi oficialmente instalado em Corumbá, distante 444 km de Campo Grande, o Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (Cejusc), sendo este o primeiro do interior do Mato Grosso do Sul. A solenidade aconteceu no auditório do Fórum de Corumbá e foi comandada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador João Maria Lós. Com isso, a cidade ganha o que há de mais moderno dentro do Judiciário brasileiro no que diz respeito à celeridade de processos.

Segundo o site Diário Corumbaense, já existem em Campo Grande Cejuscs nas Universidades Anhanguera-Uniderp (Núcleo de Práticas Jurídicas) e Estácio de Sá (Prédio do Núcleo de Prática Jurídica - Unidade II), na Defensoria Pública, Unidade Horto Florestal; na Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, além do instalado no TJMS. Depois de Corumbá, as comarcas de Naviraí, Dourados, Três Lagoas e Ponta Porã são as próximas comarcas a receberem o Cejusc.

Conforme o site, o presidente do TJMS, João Maria Lós, afirmou que o Cejusc vai auxiliar o judiciário corumbaense a ser mais rápido no atendimento à população. “O Cejusc é um mecanismo novo e moderno de aplicação da Justiça que vai trazer uma nova dinâmica para o funcionamento e para o atendimento da população. O nosso trabalho todo é voltado para resolver os conflitos sociais, resolver os problemas das pessoas. Esses mecanismos de mediação e conciliação têm o condão de serem rápidos e de amortizar as mágoas que ficam quando é um mero julgamento técnico. Então, isso traz um benefício muito grande a toda a comunidade.”

De acordo com a reportagem, a instalação do Cejusc foi realizada através do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), coordenado atualmente pelo desembargador Romero Osme Dias Lopes.

Ainda segundo informações da reportagem, a proposta do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul é estender o serviço para todas as comarcas sul-mato-grossenses, conforme estabelece a Resolução nº 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito do Poder Judiciário.

CAMPO GRANDE

Pitbull invade casa do vizinho, ataca animal e dono, mas é morto a tiros

Vizinho, que é CAC, tentou separar os cães, mas não conseguiu e relatou que não é a primeira vez que o animal escapa, invade sua residência e ataca o seu cachorro

18/07/2024 10h05

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro Especializado de Polícia Integrada (Depac-Cepol), onde o caso foi registrado

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro Especializado de Polícia Integrada (Depac-Cepol), onde o caso foi registrado ARQUIVO/CORREIO DO ESTADO

Continue Lendo...

Um cachorro da raça Pitbull foi morto a tiros após fugir de casa, invadir a casa do vizinho e atacar outro animal e o dono, na noite desta quarta-feira (18), no bairro Pioneiros, em Campo Grande.

Conforme apurado pela reportagem, o Pitbull pulou o muro de sua residência, invadiu a casa do vizinho e atacou outro cachorro da mesma raça. O vizinho tentou separar os cães, mas, neste momento também foi atacado pelo animal.

De acordo com o boletim de ocorrência, o vizinho – que é Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC) – sacou a arma e deu um tiro no animal. Ele relatou que não é a primeira vez que o animal escapa, invade sua residência e ataca o seu cachorro.

O dono do cão não estava presente no momento dos fatos e disse que não sabe como o cachorro escapou, pois o deixou preso no fundo.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro Especializado de Polícia Integrada (Depac-Cepol) como Disparo de Arma de Fogo, Omissão de Cautela na Guarda ou Condução de Animais, Praticar Ato de Abuso, Maus-Tratos, Ferir ou Mutilar Animais Silvestres, Domésticos ou Domesticados, Nativos ou Exóticos.

ESCASSEZ DE PROFISSIONAIS

Falta de mão de obra em oficina mecânica atrasa consertos de carros na Capital

Proprietários de oficinas relatam sérias dificuldades para contratar mecânico, auxiliar de mecânico, funileiro, pintor, polidor, eletricista, alinhador, profissional de lanternagem, preparador de pintura e montador

18/07/2024 09h45

Carro em oficina mecânica para conserto

Carro em oficina mecânica para conserto DIVULGAÇÃO

Continue Lendo...

Oficinas mecânicas têm encarado falta de mão de obra, nos últimos meses, em Campo Grande.

Proprietários relatam dificuldades para contratar mecânico, auxiliar de mecânico, funileiro, pintor, polidor, eletricista, alinhador, profissional de lanternagem, preparador de pintura e montador.

Com isso, a falta de mão de obra atrasa o conserto e entrega de carros aos proprietários.

Os possíveis motivos para escassez de profissionais são falta de interesse, falta de cursos profissionalizantes e falta de incentivo. Os salários para as profissões citadas variam de R$ 1,7 mil a R$ 7 mil.

Proprietário da Vilela Auto Center, Durval Afonso Vilela Neto, afirmou que atende, em média, quatro veículos diariamente e que precisa urgentemente de profissionais capacitados na área para trabalhar em sua oficina.

“Está muito em falta mão de obra na área mecânica, inclusive estou precisando. Estão em falta todos [os tipos de profissionais: mecânico em geral, auxiliar de mecânico, funileiro, pintor, eletricista, profissional de lanternagem e alinhador]. Está difícil profissional num geral porque as pessoas não tem mais compromisso, infelizmente só querem salário e não emprego, não estão dispostas a se dedicar. Digo porque já dei várias oportunidades aqui e eles não permanecem”, comentou.

Proprietário da Auto Sul, Rafael Almeida, comentou que a escassez de profissionais tem atrasado o conserto e atrapalhado as entregas de carros.

“Os consertos estão atrasados. No passado toda semana tinha jovens atrás de serviços nas oficinas, hoje não tem mais essa procura. Falta cursos profissionalizantes na área. Funileiro é uma das profissões mais carente no momento”, disse.

Proprietário da Domínio Auto Reparos, Ronnie Von, comentou que se aparece um profissional, não convém deixá-lo ir embora.

“Em oficina, funileiro, pintor, preparador, montador, polidor, tudo nessa área aí, não tem [profissional] não, você não encontra mais. Se encontrar, se for bom, pode abraçar e não deixar sair, porque se sair depois nunca mais encontra e vai passar raiva”, expressou.

Ronnie Von ainda disse que agenda a entrega de carros e pede um prazo maior para o cliente, mas que pode acontecer de atrasar a entrega.

"A gente trabalhar com agendamento e procura pedir um tempo maior de dias para fazer os reparos dos veículos já para não acontecer isso aí. Mas um caso ou outro acontece de atrasar, nunca é 100%, mas a gente sempre pede uns dias a mais, tipo, se for três dias, pede um ou dois dias a mais, para não acontecer esse tipo de imprevisto, para o cliente não ficar chateado com a gente", disse.

CURSO PROFISSIONALIZANTE

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-MS) oferece curso profissionalizante de Técnico em Manutenção Automotiva presencial e semipresencial. Nos últimos dois anos, o SENAI-MS formou 282 alunos na área.

Confira os valores:

  • Técnico em Manutenção Automotiva - Semipresencial - R$ 79,90 + 23 x R$ 190,00
  • Técnico em Manutenção Automotiva - Presencial - R$ 79,90 + 23 x R$ R$ 275,00

O objetivo é habilitar profissionais para realizar diagnósticos, coordenar a manutenção, apoiar tecnicamente o aprimoramento de sistemas veiculares e inspecionar veículos e seus sistemas, considerando as normas, padrões e requisitos técnicos, de qualidade, saúde e segurança e de meio ambiente.

A carga horária é de 1.280h. Os pré-requisitos são estar cursando no mínimo o 2° ano do ensino médio, ter concluído o ensino médio e idade mínima 16 anos.

Confira os componentes curriculares:

  • Comunicação e Informática Aplicada
  • Fundamentos da Tecnologia Automotiva
  • Manutenção de Sistemas de Freios, Suspensão e Direção de Veículos
  • Processos Básicos de Manutenção Automotiva
  • Manutenção de Motores de Veículos
  • Manutenção de Sistemas Eletroeletrônicos Veiculares
  • Tapeçaria e Vidraçaria Automotiva
  • Diagnósticos Avançados em Sistemas Automotivos
  • Gestão de Serviços de Manutenção Veicular
  • Manutenção de Sistemas de Transmissão de Veículos
  • Fundamentos de Funilaria e Pintura Automotiva
  • Inspeção Veicular
  • Metodologia de Projetos
  • Projeto de Inovação em Manutenção Automotiva
  • Vistoria de Sinistros

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).