Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

BOLETIM COVID-19

Covid-19 continua regredindo em MS, aponta relatório da Secretaria Estadual de Saúde (SES)

Apesar de números baixos, taxa de ocupação de leitos ainda merece atenção
11/10/2020 13:00 - Rodrigo Almeida


Relatório da Covid-19 divulgado na manhã deste domingo (11) reveloa 108 novos casos e 8 novas mortes. Com a redução no efetivo do final de semana, a tendência é que os números do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES) sejam menores.

Campo Grande segue a cidade com o maior número de infecções. A Capital notificou 32.848 casos dos 74.675 de todo o estado. Da mesma forma a cidade é a que mais viu seus residentes morrerem por causa da doença.

Das 1433 mortes 623 são da Capital. Dourados é a segunda cidade mais afetada em número de casos com 7.782 e a terceira em número de mortes com 101 óbitos contra 141 de Corumbá, segunda colocada em mortes e terceira em casos, com 4.373.

Na atualização deste domingo, Campo Grande segue sendo o principal polo da doença. Foram 44 novas infecções na cidade até as 19h desse sábado. Amambai e Três Lagoas notificaram 7 casos cada e Corumbá e Naviraí 6 casos cada.

Com relação às mortes, Campo Grande teve 3 residentes perdidos para a Covid-19, Costa Rica perdeu 2; Dourados, Miranda e Cassilândia notificaram um óbito cada um.

Dado que mais preocupa no Boletim Epidemiológico, a taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) cresceu na Macrorregião de Corumbá e chegou a 82%. Já as Macrorregiões de Campo Grande e Dourados relatam taxa de 68% e 70%, respectivamente.

 
 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!