Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Com mais 24 confirmações, Dourados pode se tornar município com mais casos na próxima semana

Nas últimas 24 horas, Estado registrou mais 62 casos
30/05/2020 11:37 - Adriel Mattos


Com o segundo maior número de casos de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), Dourados – cidade no sul de Mato Grosso do Sul – pode assumir a liderança do ranking de municípios com mais confirmações. A declaração é do secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende, durante transmissão ao vivo do Governo do Estado na rede social Facebook.

“Dourados deverá ser cidade com mais casos essa semana. Temos dados sofríveis do índice de isolamento, abaixo de 35%. Falando de forma simples, a população está pagando para ver, esperando que aconteça com entes queridos”, destacou Resende.

 
 

Dos 62 novos casos, 24 foram registrados em Dourados e nove em Rio Brilhante. Campo Grande, Fátima do Sul e Guia Lopes da Laguna confirmaram cinco casos cada, enquanto Corumbá registrou mais três. Três Lagoas e Chapadão do Sul confirmaram novos dois casos cada.

Naviraí, Jardim, São Gabriel do Oeste, Água Clara, Itaporã e Naviraí registraram um novo caso cada. Itaquiraí se tornou a 48ª cidade com confirmações, o que significa que 61% dos municípios já tem casos.

 
 

Mais 56 pessoas se recuperaram da Covid-19, totalizando 507 entre 1418 confirmações. 62 pacientes estão internados, sendo 48 em leitos clínicos e 15 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Dessas 42 pessoas em leitos clínicos, 12 estão em leitos públicos, o que representa uma taxa de ocupação de 1,3%. As outras 32 estão hospitais privados. Uma pessoa está internada em leito clínico de um hospital público do estado de São Paulo, duas em unidades particulares do estado vizinho e uma em Alagoas.

Entre os 15 internados em UTI, oito ocupam leitos públicos, o que representa uma taxa de ocupação de 2,4%. Uma outra pessoa está internada no Mato Grosso. Cinco pessoas estão em hospitais privados, e uma outra está internada em São Paulo.

Tem casos confirmados as cidades de Campo Grande (283), Dourados (260), Guia Lopes da Laguna (230), Três Lagoas (140), Fátima do Sul (66), Bonito (45), Itaporã (45), Douradina (38), Rio Brilhante (34), Jardim (33), Ponta Porã (30), Corumbá (27), Vicentina (19), Brasilândia (15), Chapadão do Sul (13), Sonora (13), Ladário (11), Naviraí (11), Nova Andradina (11), Ribas do Rio Pardo (11), Bataguassu (10), Coxim (7), Glória de Dourados (7), São Gabriel do Oeste (7), Batayporã (6), Paranaíba (6), Amambai (5), Deodápolis (4), Sidrolândia (4), Caarapó (3), Paraíso das Águas (3), Água Clara (2), Bela Vista (2), Camapuã (2), Mundo Novo (2), Alcinópolis (1), Anastácio (1), Itaquiraí (1), Ivinhema (1), Jateí (1), Maracaju (1), Miranda (1), Nova Alvorada do Sul (1), Paranhos (1), Rio Verde de Mato Grosso (1), Selvíria (1), Tacuru (1) e Taquarussu (1).

O Estado já contabiliza 19 mortes: seis em Campo Grande, cinco em Três Lagoas, duas em Dourados, duas em Batayporã, duas em Brasilândia, uma em Paranaíba e uma em Vicentina.

 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!