Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VEJA VÍDEO

Positivo para coronavírus, mulher de 70 anos recebe alta de hospital com festa

Idosa possui comorbidades e chegou a ficar internada na UTI em Dourados
30/04/2020 17:12 - Fábio Oruê


 

Rosa Maria da Silva Murtinho, de 70 anos, que testou positivo para o coronavírus e precisou ser internada, deixou um hospital particular de Dourados na última quarta-feira (29), com direito a festa, aplausos e agradecimentos. Ela, que tem hipertensão, diabetes e problemas respiratórios, contrariou as estatísticas e conseguiu se recuperar da Covid-19. 

A princípio a idosa, após testar positivo para o vírus, ficou em isolamento domiciliar, mas precisou ser internada no último dia 14, devido a problemas de saúde. Conforme informado pelo Dourados News, o contágio ocorreu durante viagem da mulher com a filha para fora de Mato Grosso do Sul em março e os sintomas começaram a aparecer no dia 11 de abril.

Ontem, em um vídeo postado nas redes sociais, a idosa que chegou a ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), aparece agradecendo todas as orações que recebeu para o restabelecimento da sua saúde, além de agradecer toda a equipe que a atendeu nos dias que esteve hospitalizada.

Em Mato Grosso do Sul, todos os casos de óbitos foram de pessoas acima de 60 anos, sendo oito deles possuíam comorbidades. Foram duas pessoas mortas pela Covid-19 em Batayporã, duas em Campo Grande, três em Três Lagoas e uma em Paranaíba e Dourados cada. 

Já os números de pessoas que se recuperaram do vírus é maior que o de casos que ainda estão em período de quarentena. Dos 255 casos no Estado, 153 já saíram do isolamento e estão recuperados. 

 
Rosa Maria deixa o hospital e agradece a equipe de profissionais de saúde - Reprodução/ Dourados News
 

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...