Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Curado da Covid, Azambuja inaugura mais de R$ 121 milhões em obras nesta sexta

Governador retomou agenda após cumprir quarentena devido a diagnóstico positivo para covid
02/10/2020 10:29 - Glaucea Vaccari


Depois de cumprir o isolamento e se recuperar da Covid-19, governador Reinaldo Azambuja (PSDB) cumpre agenda em Dourados nesta sexta-feira (2), para entrega de obras e lançamento de outras novas.

Pela manhã, foram inaugurados R$ 121 milhões em obras que ampliam a cobertura de esgoto e melhoram o sistema de abastecimento de água, todas da Sanesul.

Azambuja entregou a a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) IPÊ, a maior de Dourados, que tem capacidade de tratar 100 litros de esgoto bruto por segundo.

Pacote de obras também inclui mais cinco estações elevatórias de esgotos, a execução de 263.426 metros de rede coletora e 12.656 ligações domiciliares, que devem garantir o acesso ao esgotamento a mais 12 mil famílias.  

Também serão inauguradas melhorias feitas na  Estação de Tratamento de Água (ETA), que recebeu a implantação de dois módulos de 250m³/h, aumentando em 500m³/h a sua produção.

Mais obras

Agenda do governador também inclui a liberação de  39 milhões em obras nas rodovias de Dourados.

Será autorizado o início do serviço de implantação e pavimentação da rodovia de acesso ao Aeroporto Municipal - entre a MS-162 e BR-463.  

Mais de 7,150 quilômetros de asfalto novo serão feitos no trecho, com investimento de R$ 12,7 milhões.

Outra obra que será aprovada é a de duplicação, melhoramento e adequação da capacidade de tráfego, segurança e drenagem na MS-156, numa extensão aproximada de 7,350 quilômetros e custo de R$ 25,2 milhões.

 
 

Covid-19

Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, testou positivo para a Covid-19 no dia 17 de setembro.

O chefe do Executivo estadual apresentou sintomas leves e cumpriu o a quarentena domiciliar, mantendo-se em isolamento social, sem necessidade de internação. 

Durante o período de quarentena, ele continuou trabalhando de casa, em regime de home office.

 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...