Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BAIRROS NOBRES

Damha, Carandá Bosque e Vilas Boas são epicentros do coronavírus em Campo Grande

Capital tem 84 casos confirmados da Covid-19, com 56 destes considerados curados
17/04/2020 16:59 - Glaucea Vaccari


 

Campo Grande soma, até esta sexta-feira (17), 83 casos confirmados da Covid-19, que estão divididos em todas as sete regiões urbanas da cidade. No entanto, alguns bairros concentram mais casos, sendo o Carandá Bosque, Vilas Boas e Residencial Dhama os epicentros, com maioria de resultados positivos.

Ferramenta virtual Sisgran-Coronavírus, que mostra a distribuição geográfica dos casos confirmados e suspeitos, aponta que a maior concentração de resultados positivos estão em pacientes que moram nas regiões do Centro, Bandeira e Prosa, principalmente em bairros nobres.  

A ferramenta é atualizada diariamente e traz dados do dia anterior, ou seja, hoje, estão disponíveis informações de casos até quinta-feira (16), quando ainda havia 70 casos confirmados.

Destes 70, 11 estão no Residencial Dhama I, II e III. Na sequência do residencial de luxo, o Carandá Bosque têm sete casos confirmados e o Vilas Boas, seis. Dessa forma, os três bairros são responsáveis por quase 35% do total de positivos para o coronavírus na Capital, sendo os epicentros.  

Além das confirmações nestes locais, bairros vizinhos também tem grande concentração de casos.

 
 

Anhanduizinho é a região com menos casos, sendo dois confirmados no Alves Pereira. Lagoa tem quatro casos, sendo um no Coophavila II e três no Oliveira I. No Imbirrussu, são dois confirmados no Coophatrabalho e um nos bairros Jardim Aeroporto, Nelson Trad, Vila Almeida e Vila Alba.

Segredo tem pacientes que testaram positivo no José Abrão, Monte Castelo, Parque das Figueiras, Gabura e  Nova Lima.

Na região do Centro, confirmações estão na Vila Santa Dorotheia, Vila Carvalho, Bela Vista, Itanhangá, São Luiz, Cruzeiro, dois casos na Vila Ilgenfritz, dois na Vila Soares, dois no centro e quatro no Jardim dos Estados.  

Região do Prosa, além do Carandá Bosque, há dois casos no Noroeste e Cidade Jardim, e um no Danúbio Azul, Vivendas do Bosque e Santa Fé.

No Bandeira, Residencial Dhama tem 11, Vilas Boas tem seis, dois no Julieta e Moreninhas, e um no Tiradentes, Progresso e Morumbi.  

Os 14 casos confirmados entre quinta-feira e sexta-feira ainda não aparecem no mapa.  

 
 

Até hoje, são 84 casos confirmados e 17 suspeitos. Do total de confirmados, 56 terminaram a quarentena, não apresentam mais sintomas e são considerados curados. Dos que ainda estão infectados, 14 estão em isolamento domiciliar e 12 internados, sendo sete em UTI e seis em leitos clínicos. Campo Grande tem duas mortes por Covid-19, sendo duas mulheres, de 63 e 71 anos.  

Faixa etária de 30 a 39 anos é a que mais testou positivo, com 27 confirmações, seguida por 40 a 49 (15), acima de 60 (14), 50 a 59 (11), 20 a 29 (10), 10 a 19 (4), 1 a 9 (2) e menores de um ano, apenas um caso, de um bebê de três meses. Maioria dos infectados são homens, com 52% dos casos, e 48% mulheres.  

 

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.