Clique aqui e veja as últimas notícias!

PASSIVIDADE

Tragédia em tapeçaria: Defesa Civil não poderá agir se não for acionada

Burocracia se dá porque o documento de fiscalização precisa ter o nome de um destinatário
24/11/2021 18:32 - Ana Clara Santos


A Defesa Civil de Campo Grande informou, um dia após o incêndio que destruiu uma tapeçaria no Bairro Amambaí, que não poderá interditar o prédio ou condenar a estrutura se não for acionada por alguém. 

De acordo com o Major Pedro Centurião Filho, Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil, o órgão só pode interferir caso alguém, que more aos arredores ou não, acioná-lo, uma vez que é preciso emitir um documento destinado à alguém, que no caso será a pessoa que fez o chamamento. 

Ele ainda disse que a avaliação da estrutura para condená-la ou não pode ser feita por um engenheiro civil contratado pelo proprietário. 

Outro ponto a ser levado em consideração é se a loja tem seguro para incêndios, pois, se tiver, o Corpo de Bombeiros deve fazer uma certidão de ocorrência relatando como foi o acidente e o socorro prestado.