Cidades

RISCOS

Depois de tragédia em MG, governo cobra planos de emergência de mineradoras

Depois de tragédia em MG, governo cobra planos de emergência de mineradoras

FOLHAPRESS

18/01/2016 - 23h00
Continue lendo...

As mineradoras de todo o país têm 15 dias para comprovar que entregaram cópias físicas do Paebm (Plano de Ação de Emergência de Barragem de Mineração) para as prefeituras e Defesas Civis municipais e estaduais.

A determinação é do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), que regulamenta o setor, e foi publicada no "Diário Oficial" desta segunda (18), 75 dias após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), que deixou 17 mortos e dois desaparecidos.

O órgão poderá interditar as barragens (impedir a disposição de rejeitos e o acúmulo de água) das mineradoras que descumprirem o prazo, além de impor sanções administrativas.

A portaria nº 526 de 2013 do DNPM, que define o conteúdo dos planos de emergência, exige a entrega de cópias físicas dos estudos.

O último Relatório de Segurança de Barragens, de 2014, estudo anual feito pela ANA (Agência Nacional de Águas), diz que apenas 165 barragens (o equivalente a 15%) possuem o Plano de Ação de Emergência, entre 1.129 das consideradas de risco, que exigem o documento.

Conforme a Folha de S.Paulo mostrou em novembro, o plano de emergência da barragem de Fundão, que se rompeu deixando 17 mortos e dois desaparecidos, não previa uma estratégia para alertar diretamente os moradores de Bento Rodrigues.

O documento dizia que "a responsabilidade por avisar e remover as pessoas em risco iminente é da Defesa Civil". Isso contraria portaria de 2013 do DNPM, que diz que "cabe ao empreendedor alertar a população potencialmente afetada" na "região abaixo da barragem onde não há tempo para intervenção das autoridades".

Na última terça (12), a empresa entregou um estudo de simulação de rompimento das barragens de Germano e Santarém, conforme a Justiça havia determinado, ainda que com um dia de atraso. O estudo, porém, foi considerado incompleto pelo Ministério Público por não especificar que medidas adotaria em caso de novo rompimento - a própria mineradora admitiu o fato.

Cidades

Lula pede que beneficiária do Bolsa Família pare de ter filhos

Mulher de 25 anos estava com três filhos em agenda do presidente nessa quinta-feira (20), em Fortaleza

21/06/2024 18h30

Lula em agenda no Ceará

Lula em agenda no Ceará Foto: Ricardo Stuckert / PR

Continue Lendo...

Durante agenda de entregas de moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida, nessa quinta-feira (20), em Fortaleza (CE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse para uma mãe de três crianças, que é beneficiária do programa Bolsa Família, que a primeira coisa que ela tem que fazer é “parar de ter filho”.

“Veja aquela menina que vem aqui com três crianças. Aquela moça tem 25 anos de idade e ela tem três filhos. Falei para ela: ‘Minha filha, a primeira coisa que você tem que fazer é parar de ter filho, porque você já tem três”, disse o presidente.

De acordo com informações do Estadão, em maio deste ano Lula já tinha feito comentário semelhante em compromisso público.

“Quando é que vai fechar a porteira, companheira? Não pode mais ter filho. Ela já tem 5 filhos, ela tem 27 anos de idade", disse a uma outra beneficiária do Bolsa Família.

Agenda

Nesta quinta, Lula realizou a entrega de 416 apartamentos do Residencial Cidade Jardim I, Módulo III, em Fortaleza.

Nesta etapa, vão ser beneficiados 1.664 pessoas de famílias da faixa 1, com renda mensal de até R$ 2.640. Das 416 famílias que receberão apartamentos nesta entrega, 219 são beneficiárias do Bolsa Família ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e estão isentas do pagamento de prestações.

No mesmo discurso, que durou cerca de vinte minutos, o presidente também chamou o presidente da Caixa de “gordinho”.

Ao introduzir Carlos Antônio Vieira no evento, Lula o apresentou para o público como o “gordinho simpático que falou tão bem aqui”.

VACINA

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Vale lembrar que todas as vacinas do calendário estarão disponíveis, incluindo a gripe, poliomielite e a Covid-19

21/06/2024 18h01

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Continue Lendo...

Boa notícia para quem precisa colocar o calendário vacinal em dia! Neste fim de semana, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), realiza ações itinerantes em shoppings e supermercados para vacinação. Vale lembrar que todas as vacinas estarão disponíveis, incluindo a da gripe, poliomielite e Covid-19.

A secretária municipal de Saúde, Rosana Leite de Melo, destaca a importância de aproveitar o fim de semana para se vacinar. "A imunização é fundamental para proteger nossa comunidade contra várias doenças", enfatiza.

Rosana também explica que diversas estratégias para facilitar o acesso às vacinas estão sendo realizadas, como os plantões no fim de semana. "Vacinar-se não é apenas um ato individual, mas um gesto de responsabilidade coletiva. Contamos com a colaboração de todos para prevenir surtos e manter a saúde pública", conclui.

Durante a semana, as vacinas estão disponíveis em todas as 74 unidades de saúde de família, espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município.

Confira abaixo a programação: 

Sábado, 22 de junho: 

  • E.M Senador Rachid Saldanha Derzi, no Jardim Noroeste

Horário: 8h às 13h

  • Pátio Central Shopping

Horário: 8h às 16h30

  • Fort Três Barras

Horário: 8h às 16h30

Domingo, 23 de junho

  • Shopping Norte Sul Plaza

Horário: 11h às 19h

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).