Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GRUPO ESPECIAL

Chuva danifica fantasias e desfile das escolas de samba é adiado para sábado

Em reunião, representantes das agremiações decidiram pelo adiamento
13/02/2018 23:15 - LEANDRO ABREU


 

Por conta da chuva, o desfile das escolas de samba do grupo especial de Campo Grande foi adiado para sábado (17). Em reunião entre a Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande (Lienca) e os presidentes das agremiações, a maioria decidiu  pelo cancelamento.

Das cinco escolas que desfilariam na noite desta terça-feira, apenas a Deixa Falar votou para que o desfile acontecesse. As outras quatro agremiações – Igrejinha, Vila Carvalho, Catedráticos do Samba e Unidos do São Francisco – votaram pelo adiamento alegando que fantasias e alegorias foram danificadas pela chuva que caiu antes do desfile.

Conforme o presidente da Lienca, Eduardo de Souza Neto, a questão da segurança também foi levada em conta na hora da decisão. “Há muitos fios no carro de som e com a exposição na água, poderia causar choques”, explicou. Segundo o presidente, o horário do desfile sábado se mantém às 20h.

Ainda de acordo com Neto, além das fantasias e alegorias danificadas, muitos integrantes das escolas não compareceram por conta da forte chuva que caiu instantes antes do horário marcado para o início do desfile. "Isso prejudicaria as escolas, que no regulamento determina um mínimo de sete alas com 20 integrantes cada uma. Algumas não completariam e seriam penalizados com perda de pontos", explicou o presidente da Liga.

Conforme a secretária municipal de Cultura e Turismo, Nilde Brum, além da decisão do adiamento, a reunião com os representantes das escolas definiu que no sábado haverá desfile de qualquer forma. “Com ou sem chuva, terá o desfile. Isso ficou combinado também”.

Já sobre a estrutura, o assunto deve ser debatido com os fornecedores nesta quarta-feira (14). “Vamos nos reunir com os fornecedores e pedir para que eles mantenham a estrutura montada até o sábado”, completou a secretária.

Felpuda


A parceria que até então era cantada em prosa e verso, com direito à divulgação de fotos em momentos de muita alegria, dá sinais de que realmente está se esgotando. O tal parceiro quase não mais aparece nos meios de divulgação, e até criticas, digamos, “meio de leve” vêm sendo feitas. Dizem que está o “maior climão”.Mas pelo sim, pelo não, resta esperar para ver onde é que essa parceria chegará. Sei não...