Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TERMINAIS E ENTRADA DE BANCOS

Desinfecção custa R$ 1,5 mil e novos pontos receberão a limpeza

Nove terminais já foram desinfectados
20/04/2020 13:12 - Daiany Albuquerque, Izabela Jornada


Desinfecção dos terminais vai continuar, Rua 14 de Julho e o Centro de Campo Grande também receberão a limpeza. O valor dos serviços, de acordo com o prefeito da Capital, Marcos Trad (PSD), é de R$ 1,5 mil de produtos para cada dez mil litros de água. “Tem ainda a despesa com a mão de obra e o caminhão”, afirmou o prefeito.

As novas áreas de desinfecção serão os terminais Bandeirantes e Júlio de Castilho que faltam ainda serem lavados. Eles ficaram para esta segunda-feira (20) porque estão em reforma. Os outros sete já foram desinfectados.

Um dos principais pontos que serão desinfectados será em frente as agências bancárias e locais de maior movimentação. As principais ruas e avenidas das sete regiões da cidade também receberão a higienização. “Todas as setes regiões serão desinfectadas, bem como locais nos distritos de Rochedinho e Anhanduí”, detalhou o prefeito.

Na noite da última sexta-feira (17), a Prefeitura de Campo Grande iniciou a desinfecção dos terminais de ônibus, como medida de combate ao contágio do novo coronavírus. Os primeiros a receberem a higienização foram os terminais Aero Rancho, Morenão, General Osório e Nova Bahia.

Na sexta, a desinfecção foi feita no Terminal Moreninhas e no ponto de integração Hércules Maymone. Já no domingo (19), serviço foi executado nos terminais Bandeirantes, Júlio de Castilho e Guaicurus. Após a conclusão em todos os terminais, haverá nova aplicação da solução nos locais para reforço.

Limpeza e higienização é feita em toda a área externa dos terminais, das plataformas de embarque até bancos, telhado e banheiro, com solução a base de hipoclorito diluído em água.

Chefe de drenagem da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), responsável pela execução do serviço, Juvenil Ferreira Lopes, pelo menos 40 mil litros da solução serão utilizados nos nove terminais da Capital. Ele explicou que o produto evapora após um tempo da aplicação, o que garante segurança dos usuários do transporte coletivo que circulam pelos locais.

Devido ao ponto facultativo e feriado de Tiradentes, a desinfecção para na segunda e terça e volta a ser feita na quarta-feira (22), quando será higienização com bombas costais na Rua 14 de Julho.  

Conforme o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Janine de Lima Bruno, nos terminais também estão sendo providenciadas saboneteiras e ações para garantir o funcionamento de todas as torneiras nos banheiros.  

“Além disso fizemos a marcação de distanciamento para garantir melhor controle do distanciamento entre as pessoas como medida de prevenção neste momento de pandemia”, afirmou. 

 
 

Felpuda


É quase certo que a aposentadoria deverá ocorrer de maneira mais rápida do que se pensava em determinado órgão. O que deveria ser a tal ordem natural dos fatos acabou sendo atropelada por acontecimentos considerados danosos para a imagem da instituição. Os dias estão passando, o cerco apertando e já é praticamente unanimidade de que a cadeira terá de ter substituto. Mas, pelo que se ouve, a escolha não deverá ser com flores e bombons de grife.