Cidades

Decreto

Dilma reduz poderes dos comandantes militares

Dilma reduz poderes dos comandantes militares

DA REDAÇÃO

08/09/2015 - 10h18
Continue lendo...

Decreto presidencial reduz poderes de comandantes militares. Pelo documento, Dilma transferiu a competência para assinar atos relativos a pessoal ao ministro da Defesa. A matéria estava "engavetada" há três anos. O decreto entra em vigor em 14 dias.

Susto

Incêndio em ônibus assusta moradores e provoca falta de energia em bairro de Campo Grande

De acordo com a polícia, o veículo estava sem bateria, o que dificulta a ocorrência de uma pane elétrica. O incêndio, que deixou diversos moradores sem energia, será investigado pela Polícia Civil.

14/07/2024 15h30

Veículo ficou completamente destruído pelo fogo.

Veículo ficou completamente destruído pelo fogo. Divulgação/ Página Campo Grande Mil Grau

Continue Lendo...

O incêndio de um ônibus estacionado na rua Rio Bonito, no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, assustou os moradores na manhã deste domingo (14). De acordo com a Polícia Civil, o caso será investigado e acredita-se que o incêndio foi criminoso. 

Conforme informações da perícia técnica, o veículo estava sem bateria, o que dificulta a possibilidade de pane elétrica. De acordo com a polícia, os moradores relataram que o incêndio começou por volta das 6h.

Imagens divulgadas pela página Campo Grande Mil Grau nas redes sociais capturaram os momentos em que as chamas consumiram o veículo, assustando os moradores.

Nas imagens, é possível ouvir múltiplas explosões na fiação elétrica atingida pelo incêndio. Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e conseguiram extinguir o fogo.

Em depoimento à polícia, o proprietário do ônibus informou que o veículo estava estacionado na rua há quatro meses e era utilizado para aluguel. Ele ressaltou que o ônibus é de propriedade particular e não pertence ao Consórcio Guaicurus.o pode ter sido criminoso.

Em nota ao Correio do Estado, a Concessionária Energisa informou que a região ficou sem energia elétrica até às 10h.

Além da Perícia Técnica, a Polícia Civil esteve no local e deve investigar as causas do incêndio.  

 

 

Assine o Correio do Estado

Polícia

Motorista desvia de lobinho, capota veículo e passageiro morre na BR-262

De acordo com a polícia, a vítima estava no banco de trás do veículo. A família voltava de uma festa quando um animal atravessou a pista.

14/07/2024 14h30

Acidente aconteceu sentido ao município de Terenos, a 31 quilômetros de Campo Grande

Acidente aconteceu sentido ao município de Terenos, a 31 quilômetros de Campo Grande Foto: Marcelo Victor / Correio do Estado

Continue Lendo...

Evaldo Luis do Nascimento, de 21 anos, morreu na madrugada deste domingo (14), próximo ao município de Terenos, a 31 quilômetros de Campo Grande, enquanto voltava de uma festa com a família. De acordo com a Polícia Civil, o caso será investigado, mas há a possibilidade de que o motorista tenha perdido o controle do veículo após um animal cruzar a pista.

Conforme informações da polícia, no veículo estavam cinco pessoas da mesma família, que voltavam de um evento em Dois Irmãos do Buriti, quando um lobinho atravessou a pista. O motorista, de 27 anos, se assustou com o movimento do animal e perdeu o controle do carro, saindo da rodovia.

Com o impacto da batida, Evaldo, que estava no banco de trás sem cinto de segurança, morreu no local. A condutora, de 27 anos, seu marido e duas passageiras que também estavam no banco de trás ficaram feridos e foram encaminhados à Santa Casa de Campo Grande.

Ainda de acordo com a polícia, o motorista não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o caso será investigado pela Polícia Civil de Terenos.

 

Rodovia da Morte 

Números compilados de 2018 mostram que no Mato Grosso do Sul e na Região Centro-Oeste, a BR-163 ainda mantinha o título de "rodovia que mais mata", sendo que a privatização de 2013 buscava tirar o título macabro do trecho. 

Cerca de dois anos após a privatização, os números de 2015, de fato, apontavam para uma queda de mais de 50% nas mortes, com a PRF indicando que os 64 óbitos de 2014 haviam caído para apenas 30 em 2015.

Acontece que os números voltaram a subir, e as melhorias na via estão paradas há sete anos, já que a CCR MSVia, não cumpriu com o contrato, que previa a duplicação de todos os 845 km da BR-163, de Mundo Novo, na divisa com o Paraná, a Sonora, na divisa com o Mato Grosso. Desde o início da concessão, há dez anos, foram duplicados apenas cerca de 155 km.

O prazo para a duplicação completa terminaria em 2024, mas a concessionária fez apenas a duplicação necessária para iniciar a cobrança de pedágio, nos três primeiros anos.

A rodovia não recebe investimentos desde 2017, quando a empresa solicitou o reequilíbrio do contrato. A CCR chegou a dizer em 2019 que não tinha interesse em permanecer com a rodovia e até cobrou a devolução de ativos da União, no valor de R$ 1,4 bilhão.

Desde então, o Governo Federal vem prorrogando o contrato com a CCR MSVia para a administração da BR-163.

Em 2023, foram realizadas audiências públicas em Brasília e em Mato Grosso do Sul para debater o futuro da rodovia federal que corta o estado. Em julho, uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou a assinatura do acordo consensual entre o Governo e a CCR MSVia.

Dois meses depois, a União e o Estado fizeram uma proposta para que a CCR MSVia continuasse com a concessão, apresentando regras para assinatura do novo contrato, como a manutenção do pedágio, a duplicação de mais 68 km de rodovia e a implantação de 63 km de faixa adicional, 8 km de marginais e 9 km de contornos.

A CCR MSVia teria mais 20 anos com a BR-163, porém, com esse novo acordo, o prazo será estendido por mais 15 anos. Nos primeiros três anos contratuais, haverá investimento de boa parte do total de recursos destinados.

A empresa promete a duplicação de mais 190 km e mais 170 km de terceira faixa.

O novo contrato, que prevê R$ 12 bilhões de investimento na rodovia, deveria ter sido assinado no primeiro mês de 2024. No entanto, um impasse do Tribunal de Contas da União atrasou o processo, que ainda está parado.
 

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).