Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CANTINHO DO SABER

Voluntários doam livros infantis para comunidade "Só por Deus"

Biblioteca vai atender as 69 famílias presentes no local
10/07/2020 11:33 - Gabrielle Tavares


 

Voluntários distribuíram, nesta sexta-feira (10), livros para crianças da comunidade “Só por Deus”, localizada no Jardim Bálsamo, em Campo Grande. O local que abriga 69 famílias, recebeu o “Cantinho do Saber”, uma pequena biblioteca que ficará disponível para os moradores.  

O professor Bruno Nobrega, que organizou a ação, disse que foi arrecadado mais de 300 livros através de doações de amigos, familiares e de duas escritoras do Estado que foram convidadas. “A intenção é levar para outras comunidades também”, comentou.  

A mãe de uma das crianças que estavam no local, Folvelayne Magalhães de Freitas, de 33 anos, disse que mesmo seu filho não sabendo ler, ele se encantou com as figuras presentes nos livros infantis. “É importante estimular eles, para ser uma criança inteligente, ter um futuro melhor. Mesmo a gente morando em uma comunidade, a gente quer o melhor para nosso filho”, relatou.

Outra mãe, Evelaine Magalhães, de 32 anos, afirmou que vai cuidar do local para que continue funcionando. “Não é todo dia que acontece isso né, não pode durar tão pouco tempo. Foi muito legal o que fizeram por nós aqui, a gente nunca teve oportunidade de ter nisso”. O filho de Evelaine também não sabe ler, mas ela garantiu que costumar ler para ele e seus irmãos, e que agora vai reforçar ainda mais esse hábito.

 
 

A escritora mirim Beatriz Di Felice, de 15 anos, levou exemplares de seu livo “Ruínas da Escuridão”, lançado este ano quando ainda tinha 14 anos. “Eu e minha mãe trouxemos outros livros também, que conseguimos de doações. É muito importante começar a ler desde criança”, ressaltou.  

Beatriz chamou a atenção por publicar um livro tão jovem, ela ia fazer o lançamento no Rio de Janeiro e na Itália ainda esse ano, mas teve seus planos arruinados pela pandemia da Covid-19. “Mas na Itália ainda vou lançar em agosto, quando for fazer meu intercâmbio”, apontou.

 
 

Outra escritora que também começou cedo, aos 9 anos, foi Delasnieve Daspet, que agora tem 69 anos. Ela explicou que já faz projetos sociais há bastante tempo e que acredita que a leitura pode ajudar a construir um país melhor.  

“É necessário a gente motivar as crianças para que leiam, que sonhem, que viajem na imaginação. É importante levar a leitura e a cultura às comunidades carentes, que se tiverem oportunidade de ler, poderão abrir seus horizontes. Só assim a gente vai fazer a mudança no país, pela educação e pela cultura”, destacou Delasnieve.

Quem quiser fazer doações para que o Cantinho do Saber continue funcionando pode entrar em contato com Bruno, pelo telefone 67 99146-0990.

 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...