Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PESQUISA NACIONAL DE SAÚDE 2019

Dois milhões de pessoas costumam procurar os mesmos médicos e atendimentos de saúde no MS

PNS 2019 aponta que 88,4% das pessoas conseguiram obter medicação no último atendimento
04/09/2020 18:30 - Rodrigo Almeida


O termo médico de confiança nunca foi tão real. De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde de 2019 (PNS), 78,3% dos sul mato-grossenses costumam voltar aos mesmos médicos, estabelecimentos de atendimento ou serviço de saúde quando precisam. Em Campo Grande, esse percentual é um pouco maior, 79,5%, ou 716 mil pessoas. 

A pesquisa desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou também que 69,8% dos brasileiros procuraram serviços públicos de saúde no último ano. 

Logo, 28,5%, ou 59,7 milhões de pessoas, possuíam plano de saúde médico ou odontológico. O número é quase igual no MS. Por aqui, 716 mil (28,4%) pessoas têm cobertura de algum tipo de plano particular. 

Durante o período de análise, a PNS 2019 observou 461 mil atendimentos médicos no estado, 163 mil só em Campo Grande.

 Deste total, 280 mil pessoas em MS e 99 mil em Campo Grande tiveram medicamentos receitados durante a consulta. 

A amostragem observou que 88,4% dos pacientes atendidos conseguiram retirar todos os medicamentos por meio do Sistema único de Saúde no estado. Isso coloca Mato Grosso do Sul em quarto lugar no ranking nacional, atrás apenas de Rio Grande do Sul (90,6%), Distrito Federal (89,7%) e Paraíba (89,6%). 

Em relação à cobertura do serviço, 415 mil pessoas (90%) que precisaram de atendimento conseguiram o que buscavam. No entanto, apenas 77,5% foi atendido na primeira vez que recorreram aos estabelecimentos de saúde. 

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!