Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVISÃO DO TEMPO

Domingo de sol e calor em todo Estado; Chuvas aparecem de novo na quarta-feira

Instabilidade no tempo favorece precipitações durante a semana
26/01/2020 07:46 - FÁBIO ORUÊ


 

Sol encoberto por algumas nuvens e temperaturas em elevação devem ser predominantes em todo o Mato Grosso do Sul no último domingo (26) de janeiro. Chuvas, que causaram alguns problemas durante a última semana, devem aparecer entre terça (28) e quarta-feira (29), por conta da instabilidade do tempo, que tem maior intensidade no norte e noroeste do Estado.  

Segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Campo Grande, hoje as temperaturas vão oscilar entre 21ºC e 33ºC e umidade relativa do ar não deve passar dos 80%. Já em Três Lagoas a máxima será de 35ºC e também umidade em 80%. 

Em Dourados, na região sul, a mínima prevista é de 19ºC com máxima de 34ºC e umidade do ar chegando aos 90%. Região de Corumbá deve ser a mais quente entre as cidades citadas, já que tem máxima prevista de 38ºC e mínima de 23°C. Todos esses municípios terão céu claro a parcialmente nublado, segundo o Inmet. 

SEMANA PASSADA 

O grande volume de chuva que caiu de quarta-feira até sexta causou  uma série de estragos e incidentes em várias cidades.  Há registro de mais de quatro árvores caídas em algumas localidades em Campo Grande, por conta dos ventos que chegaram a 48 km/h.

Aquidauana também registrou estragos e, segundo o jornal O Pantaneiro, várias residências foram atingidas por fortes enxurradas durante a manhã de quarta passada e uma árvore de grande porte caiu em cima de um carro. Na última aferição realizada no início da tarde de sexta-feira (24), o nível de água do rio Aquidauana estava em 4,90 metros - 1,20 m acima do nível normal, que é de 3,30 m.

A Coordenadoria Estadual monitora a situação no município, além de outras regiões do Estado, como Rio Taquari em Coxim.

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.