Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Em ampliação, Campo Grande passa a fazer 258 testes de Covid-19 a partir de sexta-feira

Além de testagem, Mato Grosso do Sul está equipando mais leitos de UTI
06/08/2020 15:49 - Fábio Oruê


Epicentro da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, Campo Grande terá sua capacidade de testagem ampliada a partir de amanhã (7). De 150 testes diários, o drive thru no Corpo de Bombeiros passará a realizar 258 exames padrão ouro para diagnóstico da Covid, o RT-PCR, a mais no período noturno das 18h30 às 23h30. 

O diagnóstico precoce e o rastreamento dos casos confirmados figuram entre as principais medidas para conter o avanço coronavírus, por isso a parceira entre o governo do Estado e Prefeitura de Campo Grande deu origem a essa iniciativa. Além do aumento na testagem, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) também busca pela entrega do resultado em até 72 horas.

Em trasmissão ao vivo nesta quinta-feira (6), o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, disse que o monitoramento e descoberta precoce da doença são fundamentais. “A positividade dele é importantíssima para municiar os municípios para que possam fazem o monitoramento completo e o rastreamento dos contatos, para que a gente possa quebrar a cadeia de transmissão do vírus no estado”, destacou pedindo o apoio da população nas medidas restritivas. 

"Tudo isso poderá ser em vão se não houver a colaboração da população no chamado isolamento social", completou.

Enquanto a taxa de isolamento social mapeada no Estado apresentou nova queda ontem (5) com índice de 34,2%, os números da Covid continuam crescendo exponencialmente. Boletim epidemiológico apresentado hoje acrescentou mais 786 casos confirmados da doença aos dados oficiais, totalizando 29.101 infectados desde o início da pandemia.

Dez novos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) também foram ativados, nesta quarta-feira (5), no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, referência no atendimento da Covid-19, aumentando a capacidade de internação de pacientes graves em Campo Grande. 

Com a ativação destes novos leitos, também em parceria entre a prefeitura e o governo do Estado, Mato Grosso do Sul dispõe, no total, de 285 leitos de UTI, entre ocupados e desocupados.

Dados da Divisão de Monitoramento Hospitalar da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), até ontem, taxa de ocupação de leitos de UTI em Campo Grande estava em 82%, com 51 vagos dos 285 disponíveis.

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.