Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EMERGÊNCIA

Em meio a pandemia, Hospital Regional busca enfermeiros e médicos

Inscrições vão somente até segunda-feira e diretoria pede colaboração para divulgar processo seletivo
21/03/2020 12:12 - Camila Andrade Zanin


 

A pandemia que está colocando o mundo de ponta cabeça, o novo coronavírus (Covid-19), traz um turbilhão diário de informações. Em meio a tantas mudanças, é preciso estar ligado nas medidas que os órgãos tomam para ajudar a controlar situação. Através de publicação do Diário Oficial de ontem (20), o Hospital Regional abriu processo seletivo para 40 técnicos de enfermagem e 20 médicos generalistas.

As inscrições vão apenas até segunda-feira (23), e por conta disso, a unidade pede que o processo seletivo chegue o máximo de pessoas possíveis. A médica e diretora do Hospital Regional, Rosana Leite de Melo, explicou ao Correio do Estado, por telefone que o processo é emergencial, em decorrência do avanço da pandemia.

“Por conta da pandemia, precisamos de mais profissionais da saúde, para conseguir suprir toda demanda, e estar preparado para qualquer situação”. Ela complementa explicando que os médicos generalistas precisam ser apenas formados em medicina, quem tiver residência, terá pontos acrescidos no momento da seleção.  

Rosana lamenta que o número de inscritos está muito baixo, e demonstra preocupação por conta do curto prazo. “Dependemos muito de divulgação agora, quanto maior o número de candidatos, melhor será para a população. Sabemos que é um período difícil, mas com a falta desses profissionais a situação pode ficar ainda pior”.

A convocação e divulgação do resultado e homologação do processo seletivo será dia 31 de março. Do dia 1 ao dia 2 de abril, será o período de realização da apresentação de documentos, comprovação de requisitos e contratação dos profissionais. Os interessados devem acessar o site www.concurso.ms.gov.br e seguirem as orientações passo a passo dadas pela página.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!