Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÃO RELÂMPAGO

Em primeira votação online, cerca de 28 mil escolherão novo Reitor da UFMS

Escolha deve ser feita em um mês para atender requisitos do MEC
18/06/2020 01:00 - Fábio Oruê


Votação para a nova Reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) para a gestão 2020-2024 será escolhida no dia 17 de julho, em eleição relâmpago, já que os candidatos têm apenas um mês para apresentar suas propostas aos 28.182 eleitores - O prazo para a inscrições das chapas encerrou na terça-feira (16). 

Conforme apurado pelo Correio do Estado, o atual reitor da universidade, Marcelo Turine e a vice Camila Itavo tentarão a reeleição. Além deles, outras quatro duplas concorrerão aos cargos: Elizabeth Bilange com Lucilene Machado vice; Lincoln Oliveira com José Menoni vice (Chapa UFMS mais vozes); Augustin Malzak com Marta Nunes vice (Chapa UFMS para tod@s); e Lídia Maria Ribas com Gunter Hans Filho vice (Chapa Eficiência e Inovação).

Estão aptos a votar 1.374 professores, 1.808 técnico-administrativos e cerca de 25 mil estudantes de graduação e pós-graduação da universidade. Conforme a UFMS, a votação será será on-line por meio do Sistema de Votação On-line Helios. 

O sistema garante o sigilo de voto por meio da técnica de criptografia isomórfica, que permite a contagem dos votos sem precisar descriptografar o voto. Sendo assim, o eleitor não consegue ver a escolha do outro.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) editou uma Medida Provisória que alterava a eleição de reitores, dando autonomia ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, de nomear reitores em universidades federais sem consultar a comunidade acadêmica durante a pandemia do coronavírus.

Porém, ao ser encaminhada ao Congresso, o texto foi devolvido ao Planalto pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que considerava a proposta inconstitucional. Sendo assim, ainda está vigente a lista tríplice para a escolha.

A UFMS informou que o mandato da atual gestão do reitor vence  em 26 de outubro de 2020, data em que foi publicada a nomeação em 2016. Com isso, o Conselho Universitário da UFMS tem até 24 de agosto para aprovar o encaminhamento da lista tríplice para o Ministério da Educação (MEC), após homologação da votação pelo Colégio Eleitoral. 

 
 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.