Cidades

Internacional

Embaixada da Rússia é atingida por morteiros na Síria

Embaixada da Rússia é atingida por morteiros na Síria

folhapress

13/10/2015 - 07h25
Continue lendo...

A Embaixada da Rússia em Damasco, capital da Síria, foi atacada nesta terça-feira (13), com disparos de morteiros, enquanto centenas de manifestantes pró-governo se reuniram em frente ao local para agradecer a Moscou pela intervenção no país.

Vários projéteis caíram nas imediações do edifício diplomático e muitas pessoas teriam ficado feridas ao serem atingidas pelas explosões, uma delas perto de um clube esportivo no distrito de Al Barada, e outra no distrito de Al Adawi.

Antes dos ataques, os manifestantes exibiam diante da embaixada pôsteres dos presidentes russo e sírio, Vladimir Putin e Bashar Assad, e agitavam bandeiras de ambos os países.

Em alguns cartazes era possível ler: "Obrigada, Rússia" e "Síria e Rússia unidas no combate ao terrorismo".

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSHD), os foguetes foram disparados por rebeldes islâmicos da capital.

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, declarou que seu país considera o ataque à embaixada como um ato terrorista

No final do setembro, a embaixada russa já tinha sido alvo de outro ataque com morteiros.

Mato Grosso do Sul

Bombeiros de sete estados reforçam combate ao fogo no Pantanal

Especialistas em incêndios florestais de Goiás estão atuando desde quarta-feira (24) no Pantanal sul-mato-grossense; militares de outros estados devem chegar até o fim de semana

24/07/2024 18h20

Divulgação/CBM

Continue Lendo...

Com focos de incêndios ativos no Pantanal de Mato Grosso do Sul, bombeiros do Goiás e Paraná chegaram para reforçar a frente de combate. A ação vem para tentar evitar a propagação do fogo diante das condições climáticas propícias.

O estado de Goiás enviou oito militares que fazem parte da Guarnição de Combate a Incêndios Florestais (GCIF), que iniciaram os trabalhos, nesta terça-feira (23) na região de Maracangalha, localizada aproximadamente a 50km de Corumbá.

Conforme conticiado pelo Correio do Estado, somente nos últimos dois dias nesta semana  9,7 mil hectares foram consumidos pelo fogo

Reforço

Ainda, estão previstos a chegada de 12 bombeiros do Paraná que estão no trecho e devem chegar na quinta-feira (25), em Corumbá. 

Outro grupo, com 12 bombeiros do Paraná, já está em deslocamento para Corumbá, com previsão de chegada amanhã (25).

"A previsão é de que todos sigam direto para Corumbá. O pessoal do Paraná confirmou que dia 26 estará disponível para a operação", explicou a tenente-coronel Tatiane Inoue, diretora de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar, responsável pelo monitoramento e ações de combate aos incêndios florestais em Mato Grosso do Sul. 

A diretora de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar, que comanda as ações,  Tatiane Inoue relatou que até o dia 26 de junho os paranaenses somam esforços contra o fogo na região. 

Ao todo virão bombeiros dos seguintes estados:

  • São Paulo;
  • Sergipe;
  • Pará;
  • Rondônia;
  • Paraíba.

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Paraná enviou ao Estado, quatro guarnições, e equipamentos específicos, para colaborar nas ações de controle e extinção do fogo no Pantanal. "Neste momento estamos na rodovia, deslocando até o Pantanal, com previsão de chegada no fim da tarde de amanhã (25). Estamos levando diversos equipamentos de combate a incêndio florestal, material de comunicação, EPI, para podermos auxiliar", disse o capitão do Corpo de Bombeiros do Paraná, Alexandre Cavalca.

Condições climáticas

A Cidade Branca padece com altas temperaturas como nesta quarta-feira (24) em que os termômetros no meio da tarde atingiram 36 °C com sensação térmica de 40°C, segundo informou ao Correio do Estado, meteorologista Natálio Abrahão.

Além disso, o município ficou entre os mais secos do Estado com a umidade relativa do ar em 14%, o que favorece a expansão das queimadas no Pantanal.

No dia anterior 23 de julho, a temperatura seguiu severa com o termômetro indicando 33°C, e rajadas de vento que atingiram  30 km/h, condições propícias para que aumentem os focos de incêndio. 

Para evitar o alastramento os bombeiros intensificaram as ações de combate juntamente com andamento na parte de monitorar e manter rescaldo de áreas que foram atingidas anteriormente. 

Neste momento, os militates trabalham nas proximidades da Fazenda Caimã, região localizada nas proximidades do Porto da Manga e as seguintes localidades:

  • área de adestramento do Rabicho;
  • região da Maracangalha.

114 dias de combate

A Operação Pantanal completou nesta quarta-feira (24) 114 dias de atuação de combate aos incêndios florestais. Ao todo atuaram 500 militares durante este período.

O fogo começou no Pantanal em abril, juntamente com aquele período são mais de 1 mil bombeiros envolvidos.

Assine o Correio do Estado

Amambai

Após discussão, mulher confessa ter matado marido com golpe de facão no peito

A autora do crime foi encontrada embriagada e confessou o homicídio. O caso será investigado pela Polícia Civil.

24/07/2024 17h00

Delegacia de Polícia Civil de Amambai

Delegacia de Polícia Civil de Amambai Vilson Nascimento/ A Gazeta News

Continue Lendo...

Após horas foragida, a mulher de 31 anos, que matou o marido com um golpe de facão no peito na noite de ontem (23) em Amambai, a 301 quilômetros de Campo Grande, foi presa em flagrante na tarde de hoje (24). Em depoimento à polícia, ela confessou que o crime foi motivado por uma discussão de casal.  

Conforme informações da polícia, a mulher foi encontrada por volta das 1h45 na Rua Pedro Manvailer por uma guarnição da Polícia Militar. A autora, visivelmente embriagada, confessou que esfaqueou o marido durante uma discussão.

Diante das informações, a mulher foi encaminhada à delegacia para maiores esclarecimentos. Ela foi algemada devido ao risco de fuga e será ouvida ainda nesta quarta-feira (24).


Crime 

Conforme informações do boletim de ocorrência, policiais foram acionados para ir ao Hospital Regional, onde Vagner deu entrada em estado grave após ser esfaqueado no lado direito do peito. Ao chegarem à unidade de saúde, os militares encontraram a vítima sem vida.

Diante das informações, a equipe policial foi até a residência onde ocorreu o crime, mas não conseguiu encontrar a autora. Testemunhas relataram que ela deixou o local com um facão em mãos. O crime aconteceu no quintal da residência, onde o casal havia consumido bebida alcoólica.

Durante o incidente, a mulher, com um facão em mãos, golpeou a vítima no peito. Gravemente ferido e sangrando, Vagner saiu da residência pedindo ajuda, mas caiu inconsciente em um terreno.

O caso foi registrado na Polícia Civil como homicídio simples e deverá ser investigado. 
 

Assine o Correio do Estado

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).