Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRANSPORTE COLETIVO

Engepar vence licitação para obras do corredor sudoeste por R$ 11,4 milhões

Obra é de implantação e melhoria da infraestrutura do sistema de transporte público coletivo
29/09/2020 12:01 - Glaucea Vaccari


A Engepar Engenharia e Participações Ltda venceu licitação e e foi contratada, por R$ 11,4 milhões, para obras de implantação da última etapa do corredor sudoeste do transporte coletivo em Campo Grande.

Resultado da licitação foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Município.

Na abertura do processo, prefeitura estimou o investimento em R$ 12.585.239,82, mas a Engepar venceu a licitação, na modalidade menor preço, pelo valor de R$ 11.411.264,69.

Nesta etapa, obra será feita na Avenida Marechal Deodoro, no trecho de ligação entre os terminais Bandeirantes e Aero Rancho.

Serão 1, 1 km de drenagem e 5,5 km de recapeamento da avenida, a partir do Terminal Bandeirantes, até a rotatória da Avenida Manoel da Costa Lima.

A partir da rotatória, inicia-se o trecho em pista dupla, com faixa exclusiva de ônibus rente ao canteiro central, com estações de pré-embarque.

Previsão é que a última etapa seja iniciada em outubro deste ano e o prazo de execução é de um ano, a contar da data de assinatura da ordem de serviço.

Dois primeiros braços do corredor sudoeste do transporte coletivo já estão quase prontos.

Trecho da Guia Lopes e Brilhante passa por instalação de sinalização horizontal e vertical. Já foram instaladas cinco estações programadas para o trecho de 2,2 km.,  

Já na Bandeirantes, 3,8 km estão recapeados e a sinalização começa neste mês, assim como a conclusão de sete estações.

A obra de recapeamento do Corredor Sudoeste foi iniciada em fevereiro de 2017, com o serviço na Brilhante, e interrompida no fim do ano por causa do período de chuvas.  

Em janeiro de 2018, a prefeitura decidiu dividir em três lotes as obras de recapeamento das vias que integram o Corredor Sudoeste.  

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...