Cidades

LUTO

Enterros sem velório e oração no cemitério de Teresópolis

Enterros sem velório e oração no cemitério de Teresópolis

AGÊNCIA BRASIL

15/01/2011 - 15h06
Continue lendo...

No quarto dia seguinte à enxurrada que deixou mais de 240 mortos em Teresópolis, o sepultamento dos corpos é feito às pressas, sem velório e nem sequer uma prece. A rapidez se explica pelo adiantado estado de decomposição em que se encontram os cadáveres. O Instituto Médico Legal (IML) da cidade só tem lugar em câmaras refrigerados para seis corpos. Os demais ficam dentro de um prédio, à espera de reconhecimento. Quando isso ocorre, eles são colocados em dois caminhões frigoríficos e depois em caixões.

Na avenida principal da cidade, a todo momento carros de funerárias passam apressados, abrindo caminho à força no trânsito lento. Quando chegam no cemitério, os funcionários retiram os caixões rapidamente e os colocam em uma das 303 covas abertas pela prefeitura.

“Nem tive tempo de sepultar o meu irmão. Eles jogaram o caixão de qualquer jeito e cobriram de terra”, reclamou o pedreiro Cláudio Oliveira de Almeida, que perdeu 16 parentes no bairro de Campo Grande, um dos mais atingidos pela avalanche na madrugada de quarta-feira (12).

O último boletim da prefeitura, na manhã de hoje (15), apontava 240 mortes e 147 sepultamentos, números que mudam a cada hora. Enquanto corpos são reconhecidos e levados para sepultamento, outros são resgatados e dão entrada no IML improvisado. Por causa do ritmo frenético, os sepultamentos ocorrem em intervalos de cinco a dez minutos, provocando filas de rabecões e de caixões à espera do enterro.

A doméstica Rosimar Gomes Vieira chorou a perda de uma sobrinha e de mais 13 pessoas de sua família. Elas moravam no bairro da Posse, um dos mais destruídos. “Ouvimos um estrondo e saímos de casa. Muita gente correu para a praça, quando veio a avalanche e matou a todos”, contou Rosimar, que ficou a pouco metros do local onde ocorreu o rápido sepultamento da sobrinha.

Os corpos que ficarem sem reconhecimento terão impressões digitais e material extraídos para exames posteriores de comparação com DNA de parentes.

Cidades

Lula pede que beneficiária do Bolsa Família pare de ter filhos

Mulher de 25 anos estava com três filhos em agenda do presidente nessa quinta-feira (20), em Fortaleza

21/06/2024 18h30

Lula em agenda no Ceará

Lula em agenda no Ceará Foto: Ricardo Stuckert / PR

Continue Lendo...

Durante agenda de entregas de moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida, nessa quinta-feira (20), em Fortaleza (CE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse para uma mãe de três crianças, que é beneficiária do programa Bolsa Família, que a primeira coisa que ela tem que fazer é “parar de ter filho”.

“Veja aquela menina que vem aqui com três crianças. Aquela moça tem 25 anos de idade e ela tem três filhos. Falei para ela: ‘Minha filha, a primeira coisa que você tem que fazer é parar de ter filho, porque você já tem três”, disse o presidente.

De acordo com informações do Estadão, em maio deste ano Lula já tinha feito comentário semelhante em compromisso público.

“Quando é que vai fechar a porteira, companheira? Não pode mais ter filho. Ela já tem 5 filhos, ela tem 27 anos de idade", disse a uma outra beneficiária do Bolsa Família.

Agenda

Nesta quinta, Lula realizou a entrega de 416 apartamentos do Residencial Cidade Jardim I, Módulo III, em Fortaleza.

Nesta etapa, vão ser beneficiados 1.664 pessoas de famílias da faixa 1, com renda mensal de até R$ 2.640. Das 416 famílias que receberão apartamentos nesta entrega, 219 são beneficiárias do Bolsa Família ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e estão isentas do pagamento de prestações.

No mesmo discurso, que durou cerca de vinte minutos, o presidente também chamou o presidente da Caixa de “gordinho”.

Ao introduzir Carlos Antônio Vieira no evento, Lula o apresentou para o público como o “gordinho simpático que falou tão bem aqui”.

VACINA

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Vale lembrar que todas as vacinas do calendário estarão disponíveis, incluindo a gripe, poliomielite e a Covid-19

21/06/2024 18h01

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Neste fim de semana, shoppings e supermercados realizam plantão de vacinação

Continue Lendo...

Boa notícia para quem precisa colocar o calendário vacinal em dia! Neste fim de semana, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), realiza ações itinerantes em shoppings e supermercados para vacinação. Vale lembrar que todas as vacinas estarão disponíveis, incluindo a da gripe, poliomielite e Covid-19.

A secretária municipal de Saúde, Rosana Leite de Melo, destaca a importância de aproveitar o fim de semana para se vacinar. "A imunização é fundamental para proteger nossa comunidade contra várias doenças", enfatiza.

Rosana também explica que diversas estratégias para facilitar o acesso às vacinas estão sendo realizadas, como os plantões no fim de semana. "Vacinar-se não é apenas um ato individual, mas um gesto de responsabilidade coletiva. Contamos com a colaboração de todos para prevenir surtos e manter a saúde pública", conclui.

Durante a semana, as vacinas estão disponíveis em todas as 74 unidades de saúde de família, espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município.

Confira abaixo a programação: 

Sábado, 22 de junho: 

  • E.M Senador Rachid Saldanha Derzi, no Jardim Noroeste

Horário: 8h às 13h

  • Pátio Central Shopping

Horário: 8h às 16h30

  • Fort Três Barras

Horário: 8h às 16h30

Domingo, 23 de junho

  • Shopping Norte Sul Plaza

Horário: 11h às 19h

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).